Pedalar para Transformar é o tema do 2º Fórum Mundial da Bicicleta

Fonte EcoAgência Solidária de Notícias Ambientais 25/02/2013 às 15h

Evento que começou na quinta-feira (21), em Porto Alegre, reuniu ativistas do país e exterior, com painéis, oficinas, pedaladas, entre outras atividades.

Em Porto Alegre (RS), o 2º Fórum Mundial da Bicicleta - Pedalar para Transformar, com a participação de ativistas do país e do exterior. Durante quatro dias, os interessados poderão participar de diversos painéis, oficinas, pedaladas, entre outras atividades, sempre tendo como referência a bicicleta, um meio de transporte democrático sustentável e que pode ajudar a salvar o planeta para as presentes e futuras gerações.

Um dos pontos altos do Fórum foi a Bicicletada: “Por uma calçada decente no Estaleiro Só”, que ocorreu ontem (24). O objetivo da atividade é o de reivindicar, junto à Administração Municipal, a adequação imediata da calçada da Avenida Padre Cacique, próximo ao antigo Estaleiro Só (entre o Museu Iberê Camargo e o Barra Shopping Sul), que se encontra em condições de extremo desconforto e perigo para todos que por ali circulam a pé ou de bicicleta. A bicicletada passará pela Praça Júlio Mesquita,
onde recentemente a prefeitura mandou cortar diversas árvores, visando as obras da Copa do Mundo.

De acordo com os organizadores da bicicletada, esse local é o único ponto de passagem, bem como ligação direta e natural, entre a ciclovia da Avenida Diário de Notícias e a via compartilhada da Avenida Edvaldo Pereira Paiva, o Parque Marinha, a Ciclovia da Avenida Ipiranga, e a Usina do Gasômetro.

Entre outros eventos programados está o painel Cidades Amigas da Bicicleta, com a participação de Caroline Samponaro, de Nova Iorque (EUA); Drª Laura Marcela Acuña Santamaria, de Bogotá (Colombia); Danielle Simas, diretora de Educação Ambiental da Secretaria Municipal do Meio Ambiente do Rio de Janeiro; e Daniel Guth, consultor da área de mobilidade. A mediação será de Thiago Benicchio, da Ciclocidade, São Paulo (SP).

Também serão apresentadas várias outras experiências de sucesso, como o programa Rio Capital da Bicicleta, que tem como meta reduzir em 8% às emissões dos gases de efeito estufa até o final de 2012 (com base o inventário de 2005); o projeto
Pedal Curticeira, de Pelotas (RS); além da realidade percebida em outros grupos gaúchos e do Brasil, que estimulam a necessidade de aprofundar alguns tópicos fundamentais, visando garantir a ação socioambiental, com resultados práticos ao bem comum.

Todas as atividades são abertas e gratuitas. Não há necessidade de se fazer inscrição para participar das atividades.
Confira aqui a programação completa do 2º Fórum Mundial da Bicicleta.

EcoAgência Solidária de Notícias Ambientais
Fonte EcoAgência Solidária de Notícias Ambientais 25/02/2013 ás 15h

Compartilhe

Pedalar para Transformar é o tema do 2º Fórum Mundial da Bicicleta