Para ministra, Virada Cultural poderia ter eventos menores para evitar aglomerações

Fonte Agência Brasil 20/05/2013 às 21h

São Paulo – A ministra da Cultura, Marta Suplicy, disse hoje (20) que as grandes aglomerações de pessoas na Virada Cultural de São Paulo podem ter propiciado as ações de delinquência que foram registradas durante o evento, ocorrido da tarde do último sábado (28) até ontem (29). A ministra ressalvou que apenas analisou vendo “de fora” a organização da virada e que não tinha detalhes sobre os casos de violência.

“Eu acho que é pesaroso no sentido das mortes e da violência e positivo no sentido do sucesso dos grupos, mas eu também não tenho uma explicação pronta [sobre as ações de delinquência]. O que me ocorre é que no momento que se tem uma grande concentração de pessoas, você tem muito mais dificuldade de ter um policiamento adequado e tem uma incitação da massa muito maior”, disse.

A Virada Cultural atraiu milhares de pessoas para cerca de 900 eventos, como apresentações de música, teatro, poesia, danças e artes plásticas. Na noite de hoje a prefeitura confirmou que ocorreram duas mortes: de um homem de 21 anos vítima de parada cardiorrespiratória (suspeita de overdose) e de um jovem de 19 anos baleado no rosto; quatro feridos por arma de fogo; seis feridos por armas brancas (facadas); 12 arrastões; 28 pessoas detidas e 9 adolescentes apreendidos; e ainda uma arma de fogo e uma arma de brinquedo apreendida.

“Isso tem que ser pensado nesse contexto, uma virada que dilua mais a presença das pessoas. Pela enormidade de São Paulo, ela diminuiria a aglomeração humana que propicia ações de delinquência e violência. Menos gente propicia um policiamento mais eficaz, mas não tenho tanta informação do que ocorreu em detalhe”, disse.

Na avaliação do prefeito Fernando Haddad, os atos de violência ficaram acima do esperado. Ele disse que a maioria das ocorrências foi registrada entre as 2h30 e as 5h, embora tenha sido mobilizada uma equipe de segurança com a participação de 3,4 mil policiais militares e de 1,4 mil guardas municipais.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 20/05/2013 ás 21h

Compartilhe

Para ministra, Virada Cultural poderia ter eventos menores para evitar aglomerações