Papa liga para os pais de jornalista decapitado

Fonte ANSA 21/08/2014 às 20h
Repórter James Foley foi morto pelo grupo Estado Islâmico

21 Agosto, 18:34•NOVA YORK•ZLR

(ANSA) - O papa Francisco telefonou nesta quinta-feira (21) para John e Diane Foley, pais do jornalista norte-americano James Foley, sequestrado e decapitado pelo grupo jihadista Estado Islâmico (também conhecido como Isis). Segundo o sacerdote jesuíta James Martin, os genitores do repórter conversaram com o Pontífice de sua casa, em New Hampshire.

Em sua conta no Twitter, o religioso contou que a família ficou "comovida e agradecida" pela ligação de Jorge Bergoglio. De acordo com ele, a informação foi passada por um oficial do Vaticano, que o autorizou a divulgá-la.

James Foley, assim como seus pais, era católico praticante. O jornalista estudou em um colégio jesuíta e recitava o rosário para suportar o cativeiro durante um sequestro precedente na Líbia. "Ele lembrou Jesus. Morreu como um mártir da liberdade", disseram John e Diane na última quarta-feira (20). (ANSA) http://www.papafrancesconewsapp.com/por/
ANSA
Fonte ANSA 21/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Papa liga para os pais de jornalista decapitado