Papa Francisco recebe argentino prêmio Nobel da Paz

Fonte Ansa flash 21/03/2013 às 10h

Francisco recebeu em audiência Adolfo Pérez Esquivel, vencedor do prêmio Nobel da Paz de 1980

CIDADE DO VATICANO, 21 MAR (ANSA) - O papa Francisco recebeu hoje em audiência privada seu compatriota e prêmio Nobel da Paz de 1980, Adolfo Pérez Esquivel, que ratificou que o Pontífice não foi cúmplice durante a última ditadura militar na Argentina. "Houve bispos cúmplices, porém não [Jorge] Bergoglio. Talvez não tenha acompanhado na luta, mas fez sua diplomacia silenciosa", disse o prêmio Nobel. Em uma entrevista coletiva após o encontro, Esquivel disse que "foi um reencontro, porque já nos conhecíamos. Eu o vi bem, tentando interiorizar, mas seguro e pronto para cumprir sua missão apostólica". "Tratamos de vários temas, do desafio que representa um Papa latino-americano. Falamos sobre direitos humanos, me disse que precisa buscar a verdade, justiça e reparação, falamos que os direitos humanos são integrais e que na há como limitar apenas aos assassinatos durante a ditadura, mas também tem a pobreza, o ambiente e a vida do povo", explicou Esquivel. O prêmio Nobel completou dizendo que Francisco pediu para que rezasse por ele "e me comprometi a acompanhá-lo".

Ansa flash
Fonte Ansa flash 21/03/2013 ás 10h

Compartilhe

Papa Francisco recebe argentino prêmio Nobel da Paz