Papa envia mensagem a sacerdotes em retiro na França

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O papa Bento XVI definiu os sacerdotes como "homens do futuro", em uma videomensagem enviada a cerca de 200 padres que estão em retiro internacional no Santuário de Ars, na França.

De acordo com o Pontífice, "os padres, hoje, devem ser mais do que nunca homens de alegria e esperança" para ajudar os que "não podem mais conceber que Deus é puro amor".

Bento XVI explicou que, diante das dificuldades, os sacerdotes "precisam afirmar sempre que a vida vale a pena ser vivida e que Cristo não fornece todos os sentidos porque Ele ama os homens, todos os homens".

"Não perder a coragem, mas continuar a rezar e a fazer com que numerosos jovens aceitem responder ao chamado de Cristo, o qual não cansa de querer fazer crescer o número de seus apóstolos", destacou o Papa, citando Santo Cura d"Ars, patrono dos sacerdotes.

O Pontífice relembrou que Santo Cura d"Ars, cujo nome de batismo é João Batista Maria Vianney, possuía "uma religião de felicidade, não uma mórbida procura da mortificação".

O retiro internacional, que ocorrerá até a primeira semana de outubro, reúne religiosos de 75 países e representa uma das celebrações do Ano Sacerdotal (iniciado no último mês de junho), que recorda também os 150 anos da morte de Santo Cura d"Ars.

Ao abrir o Ano Sacerdotal, Bento XVI afirmou esperar que este ano sirva para "promover a renovação interior de todos os sacerdotes e para um testemunho do Evangelho mais firme e incisivo nos dias de hoje".
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Papa envia mensagem a sacerdotes em retiro na França