Papa deve servir a católicos e à humanidade, diz representante muçulmano

Fonte Agência Brasil 14/03/2013 às 8h

São Paulo – O cardeal argentino Jorge Mario Bergoglio, eleito ontem (13) papa, adotando nome Francisco, na opinião do vice-presidente da Associação Beneficente Islâmica do Brasil, Sayeg-Bilal Jomaa, deve exercer o seu pontificado servindo não só aos católicos, mas à humanidade.

“O papa chega para servir tanto aos seguidores do mundo católico como à humanidade. A gente deve procurar o interesse de todo mundo, da convivência. Espero que esse papa seja igual aos antecessores [nesse sentido]”, disse.

Jomaa destacou que espera que o novo papa trabalhe no fortalecimento do diálogo entre as religiões na defesa da paz. “Na visão muçulmana, temos de manter a relação unida, muçulmana, cristã, e judáica, e todo o mundo viver em paz. Deus é paz, e em nome dele se comete violência, tanto de um lado como de outro”.

O arcebispo de Buenos Aires, o cardeal Jorge Mario Bergoglio, de 76 anos, foi eleito papa hoje. Lele sucede Bento XVI, que renunciou, no comando da Igreja Católica. É o primeiro pontífice latino-americano e jesuíta. Em 600 anos, é o primeiro a assumir o pontificado com o antecessor vivo. Ele adotou o nome de Francisco.

 

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 14/03/2013 ás 8h

Compartilhe

Papa deve servir a católicos e à humanidade, diz representante muçulmano