Operários sul-coreanos negociam saída de parque industrial

Fonte Agência Brasil* 30/04/2013 às 9h

Brasília – Pelo menos sete sul-coreanos ainda estão no complexo industrial de Kaesong, localizado em território da Coreia do Norte. Os operário negociam com as autoridades os detalhes de sua saída. Desde o dia 9, a Coreia do Norte suspendeu as atividades no parque industrial, retirando os mais de 53 mil funcionários, em meio às ameaças de ser deflagrada uma guerra nuclear na Península Coreana.

Os últimos sul-coreanos em Kaesong, que representam algumas das 123 empresas que operam no complexo, ficaram para negociar com as autoridades do Norte o pagamento do salário aos operários, referente a março, e outros assuntos sobre o parque.

Dos cerca de 800 sul-coreanos que trabalhavam no complexo, apenas 50 permaneciam no complexo industrial conjunto nessa segunda-feira, após a ordem de retirada emitida na semana passada pela Coreia do Sul. Quarenta e três passaram pela fronteira ontem (29).

Inaugurado em 2004, o complexo industrial reúne 123 empresas sul-coreanas que fabricavam produtos aproveitando a mão de obra barata dos trabalhadores do Norte.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 30/04/2013 ás 9h

Compartilhe

Operários sul-coreanos negociam saída de parque industrial