OMS esclarece que risco de transmissão de ebola em voos é baixo

Fonte Agência Brasil 14/08/2014 às 21h
A Organização Mundial da Saúde (OMS) esclareceu hoje (14) que o risco de transmissão do vírus ebola em viagens aéreas é baixo e que, portanto, não aconselha restrições de voos partindo dos locais onde está havendo surto da doença e nem com destino a eles.

Desde março deste ano foram registrados 1.975 casos de ebola nos países africanos de Serra Leoa, da Guiné, Libéria e Nigéria, sendo que o surto se concentra nos três primeiros. Dos infectados, 1.069 morreram em decorrência da febre hemorrágica causada pelo vírus.

A diretora de Capacidades Globais, Alerta e Resposta da OMS, Isabelle Nuttall, ressaltou que, ao contrário de doenças como gripe e tuberculose, o vírus em questão não está no ar. A contaminação só se dá por meio do contato direto com fluidos corporais de alguém contaminado, o que é muito difícil acontecer em um voo.

Além disso, a diretora salientou que pessoas com o vírus ebola raramente têm condições físicas de viajar.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 14/08/2014 ás 21h

Compartilhe

OMS esclarece que risco de transmissão de ebola em voos é baixo