OMS admite possibilidade de H7N9 ser transmissível entre pessoas da mesma família

Fonte Agência Brasil* 09/04/2013 às 17h

Brasília - A Organização Mundial da Saúde (OMS) admitiu hoje (9) a possibilidade de o novo vírus da gripe aviária H7N9, identificada em algumas regiões da China, ser transmissível entre pessoas de uma mesma família. O porta-voz da organização, Gregory Hartl, disse que há alguns casos suspeitos, embora não confirmados, de uma transmissão muito limitada entre membros da mesma família.

Os pacientes contaminados apresentam quadro de pneumonia com febre, tosse e falta de ar. De acordo com Hartl, a OMS investiga as causas e a contaminação da doença em parceria com as autoridades chinesas. Segundo ele, os exames feitos em poucos deram negativo para a doença, por isso a decisão é concentrar os esforços “nos mercados de aves".

O número de mortos no Leste da China em decorrência do H7N9 chega a sete e há 24 casos positivos, dos quais 21 em estado grave. A contaminação está localizada em 22 províncias chinesas. A OMS evita falar em pandemia.

Hartl ressaltou que a organização analisa a hipótese de criar uma vacina contra o novo vírus. Segundo ele, no máximo em meses, os estudos estarão concluídos. No final do mês passado, a OMS informou, com base em informações das autoridades chinesas, que o H7N9 foi identificado, pela primeira vez, em seres humanos e com várias mutações genéticas em comparação ao vírus localizado em animais.

*Com informações da agência pública de notícias de Portugal, Lusa

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 09/04/2013 ás 17h

Compartilhe

OMS admite possibilidade de H7N9 ser transmissível entre pessoas da mesma família