OMS aconselha vacinas apenas a crianças em estado grave

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O porta-voz da Organização Mundial da Saúde (OMS), Gregory Hartl, afirmou hoje que as crianças com idades entre seis meses e dois anos devem ser vacinadas contra a gripe A (H1N1) apenas se apresentarem sintomas crônicos.

"Nossos especialistas indicam [que devem ser vacinadas] as crianças dos seis meses aos dois anos de idade com patologias crônicas, já as saudáveis não estão no grupo de risco, como por outro lado está a outra parte da população", explicou.

O especialista enfatizou ainda que as crianças com menos de dois anos "não devem ser consideradas no grupo de alto risco, que inclui mulheres grávidas, as pessoas com patologias crônicas e os idosos".

Sobre a produção da vacina, Hartl afirmou que os testes "estão indo bem" e esclareceu que são esperados "efeitos colaterais", comuns quando um medicamento é utilizado sobre milhões de pessoas.

Segundo últimos dados, o Brasil é o país que registrou o maior número de mortos, com mais de 550 óbitos. De acordo com balanço do Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC), na Europa foram registrados 661 novos casos nas últimas 24 horas.

A Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), por sua vez, reiterou hoje que o consumo de carne de peru está liberado, tentando amenizar as preocupações com a exportação da ave. O pânico entre os exportadores se deve pelo fato de animais chilenos terem sido contaminados com a doença.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

OMS aconselha vacinas apenas a crianças em estado grave