Oficina de educação ambiental ensina crianças sobre sapos

Fonte Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia 15/08/2014 às 14h
O Laboratório de Psicologia e Educação Ambiental (Lapsea) do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa/ MCTI) lança neste sábado (16), a partir das 9h, a oficina “Eu vi um sapo!”. A ação é uma série de atividades de Educação Ambiental direcionada para crianças de 4 a 8 anos de idade. A programação acontecerá no Bosque da Ciência da Instituição, localizado em Manaus (AM).

Esta não é a primeira oficina realizada pelo Lapsea na área de educação ambiental. No início deste ano, o laboratório realizou uma outra atividade para que o público pudesse conhecer um pouco mais sobre os quelônios da Amazônia - “Minicircuito de Quelônios” - como parte dos processos de socialização do conhecimento científico.

“Queremos trazer as famílias para o Bosque da Ciência, que é um local agradável e que pode despertar o interesse e o cuidado das crianças pela fauna amazônica”, diz uma das organizadoras da oficina, Fernanda Bandeira.

A proposta da oficina, que tem caráter lúdico, é fazer com que as crianças aprendam brincando sobre os sapos. Durante a programação, as crianças desenvolverão atividades de pintura, jogo dos sete erros, ligue os pontos, montagem de marionetes e quebra-cabeças. Além disso, os pequenos também terão a oportunidade de ouvir a vocalização de diversas espécies de sapos da Amazônia, nas duas tendas que serão montadas na área do bosque.

De acordo com dados no Guia de Sapos da Reserva Ducke, os anuros, popularmente conhecidos por sapos, jias, rãs e pererecas, correspondem ao maior grupo da classe Amphibia com aproximadamente 5.960 espécies. A grande maioria dos anuros vive nos trópicos e, aproximadamente, 600 espécies vivem na bacia amazônica.

Sobre o Lapsea

A diretriz do Lapsea é centrar estudos sobre o pensar e o fazer constituído na relação pessoa-ambiente em seus diferentes processos de criação da existência e a mediação da educação nessa relação na região amazônica.

O Lapsea tem por objetivo desenvolver atividades de reflexão sobre suas práticas e bases teórico-metodológicas e se propõe atuar inicialmente em duas grandes linhas de estudo: Psicologia Social do Ambiente e Educação Ambiental.

Bosque da Ciência

O Bosque da Ciência funciona de terça a sexta-feira, das 9h às 12h, e das 14h às 16h30 (entrada). Sábados, domingos e feriados, das 9h às 16h. Na segunda-feira, o bosque é fechado para manutenção. O espaço está localizado na rua Otávio Cabral, s/nº, no bairro Petrópolis. A entrada custa R$ 5,00.

Crianças até 10 anos e idosos a partir de 60 anos e grupos religiosos, comunidades carentes agendados previamente não pagam. A solicitação pode ser feita via ofício. Mais informações pelos telefones: (92) 3643-3192/ 3312 / 3293.
Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia
Fonte Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia 15/08/2014 ás 14h

Compartilhe

Oficina de educação ambiental ensina crianças sobre sapos