Obra com panorama da educação comparada é lançada durante seminário da Capes

Fonte Coordenação de Comunicação Social da Capes 20/03/2013 às 18h

Foi lançado nesta terça-feira, 19, na sede da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), a versão traduzida em português do livro "Educação Comparada: panorama internacional e perspectivas", organizado por Robert Cowen, da Universidade de Londres, e Andreas Kazamias, da Universidade de Wisconsin-Madison. "Trata-se de um trabalho minunciosamente planejado que oferece um exame aprofundado de políticas educacionais e de debates sobre questões da atualidade como as rápidas transformações sociais e o impacto dessas mudanças no modo de pensar a educação. A maneira como os autores apresentam suas reflexões sobre as diversas realidades educacionais permite que o leitor passeie por contextos analíticos diferenciados sem que ele se distancie do seu referencial local", descreveu a diretora de Relações Internacionais da Capes, Denise de Menezes Neddermeyer.

 

19.03.13.SemEducComparada 8023
(Foto: Guilherme Feijó - CCS/Capes)


O lançamento aconteceu durante o Seminário Internacional Educação Comparada e Novas Abordagens na Formação Docente, realizado pela Capes e pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). O presidente da Capes, Jorge Almeida Guimarães, revelou a satisfação por parte da agência em promover o encontro. "A Capes é uma caloura em relação à educação básica. Tivemos resultados muito positivos com a pós-graduação, mas, de fato, o grande desafio brasileiro é a educação básica. Assumimos mais essa missão em 2007 e, poucos anos depois, temos inúmeros projetos em andamento que colocam juntas a pós-graduação, a graduação e a educação básica."

 

O representante da Unesco no Brasil, Lucien André Muñoz, complementou dizendo que o seminário é uma grande oportunidade para momentos de reflexão sobre um tema de alta prioridade para o Brasil - a formação dos professores. "Tenho certeza que quanto mais eventos como o de hoje se multiplicarem pelo Brasil, tanto mais o país estará preparado para enfrentar desafios futuros na área de educação." Também presente, Mônica Sampaio, que representou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ressaltou a aproximação do Ministério da Saúde com o Ministério da Educação e com a Capes na perspectiva de aprofundar o assunto "formação docente", em virtude do tema que está sendo abordado atualmente com a Presidência da República, relativo à expansão das escolas no âmbito da formação na área da saúde.

 

19.03.13.SemEducComparada 8004
(Foto: Guilherme Feijó - CCS/Capes)


Publicação

O livro "Educação Comparada – Panorama Internacional e Perspectivas" aborda os debates e os trabalhos acadêmicos desenvolvidos na área de estudo chamada educação comparada. Os dois volumes da publicação argumentam que aquilo que é considerado uma "boa" educação comparada tem mudado ao longo do tempo. Analisam as agendas acadêmicas mutáveis, as perspectivas de atenção em transformação e as diferentes linguagens acadêmicas utilizadas para construir educação comparada, além de mostrarem as maneiras pelas quais a educação comparada responde às mudanças políticas e econômicas, assim como às correntes intelectuais que são fortes em tempos e locais específicos.

 

Durante o lançamento, Robert Cowen, um dos organizadores da obra, explicou a estrutura do livro. "Este não é um livro texto tradicional sobre a educação comparada, portanto cada sessão teve uma justificativa ao ser selecionada." Kazamias complementou dizendo que o livro foi organizado com foco em elementos-chave que o distinguem de outras obras na área. "O livro reflete uma concepção diferenciada a respeito do que é a educação comparada."

 

19.03.13.SemEducComparada 8147
(Foto: Guilherme Feijó - CCS/Capes)


Célio da Cunha, professor da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Católica de Brasília (UCB) falou sobre a relevância do livro no contexto brasileiro. "O livro é muito rico, pois trata de temas relevantes abordados por diversos especialistas, ou seja, é uma obra em estilo democracia, na qual autores de diversas tendências pedagógicas comentam o assunto. A sensação que tive é que é uma obra que nos obriga a uma revisão de certezas e um revigoramento das políticas de educação, além da inserção dessas políticas no mundo globalizado."

 

Seminário
O seminário teve como objetivo promover a educação comparada como aliada no atendimento às necessidades do aperfeiçoamento de professores da educação básica. Ele acontece em um momento crucial tanto da história do Brasil em termos de investimento na formação inicial e continuada dos dois milhões de professores da educação básica brasileira, quanto do campo da educação comparada, já amplamente institucionalizado em programas de pós-graduação ao redor do mundo.

 

19.03.13.SemEducComparada 8586
(Foto: Guilherme Feijó - CCS/Capes)


Após o lançamento do livro, foram realizadas as mesas redondas "Formação de Professores nos Estados Unidos e na União Europeia" e "Importância e limites da Educação Comparada na formação de professores" com a participação dos conferencistas Andreas Kazamias e Robert Cowen, das moderadoras Denise Neddermeyer e Carmen Moreira de Castro Neves, diretora de Formação de Professores da Educação Básica da Capes, e dos debatedores Clarilza Prado de Sousa, professora titular da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e pesquisadora sênior da Fundação Carlos Chagas, Ronaldo Mota, professor visitante no Instituto de Educação da Universidade de Londres, Bernardo Kipnis, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação da UnB, Luiz Carlos Menezes, professor da Universidade de São Paulo (USP), Cláudio Moura Castro, presidente do Conselho Consultivo da Faculdade Pitágoras, e Afonso Galvão, coordenador de Pós-Graduação em Educação da UCB.

 

Coordenação de Comunicação Social da Capes
Fonte Coordenação de Comunicação Social da Capes 20/03/2013 ás 18h

Compartilhe

Obra com panorama da educação comparada é lançada durante seminário da Capes