O que temos a ver com BYOD e consumerização?

Fonte VIANEWS Comunicação Integrada 22/04/2013 às 18h

É cada vez mais comum o uso de dispositivos móveis particulares para tratar de assuntos do trabalho. Mas, a questão é: como controlar o acesso à rede e manter a segurança das informações? Este é um grande desafio para os CIOs.

Christian Twardawa, COO, Paessler AG

Baixar os dados corporativos a partir do sofá de casa; discutir via internet com colegas a estratégia de uma campanha publicitária durante o intervalo de um jogo; instalar o mais moderno aplicativo de gerenciamento de tempo; exibir o vídeo da última viagem para os amigos. Na era dos smartphones, tablets e internet banda larga, muitos profissionais têm a empresa e o seu mundo privado no bolso da calça.

Os dispositivos móveis e aplicativos que tornam a vida dos usuários mais fácil e rápida fazem deles verdadeiros superusuários que caminham entre diferentes mundos. No entanto, toda essa mobilidade e fácil conectividade causam algumas dores de cabeça aos CIOs. Como lidar com o uso de dados nesse cenário? Como as regras internas e as políticas gerais de privacidade devem ser implementadas em dispositivos que os funcionários usam em casa, no escritório ou em viagens? A demanda é por conceitos de segurança abrangentes e bem projetados.

Agora você se pergunta: Por que alguém deveria monitorar dispositivos que não estão continuamente conectados em rede e, portanto, não têm importância crítica? Essa resposta não é tão simples assim. Nós talvez ainda não estejamos lidando diretamente com o tema BYOD (Bring Your Own Device, ou traga seu próprio dispositivo), porém quando se trata de pontos de acesso críticos estamos mais familiarizados. Como a maioria dos colaboradores de uma empresa já usa um dispositivo particular durante o trabalho*, então é importante monitorar os pontos de acesso, como por exemplo, o roteador WLAN. Afinal, se essa tendência continuar, será cada vez mais essencial que uma empresa detenha recursos de rede e largura de banda suficientes para que ela possa ser capaz de se adaptar rapidamente aos novos tempos.

Além disso, o monitoramento de rede, especialmente no caso de BYOD, ajuda a dominar o tema urgente da segurança. É possível fazer com que os usuários de dispositivos móveis externos utilizem o wireless somente via VPN e Remote Desktop, possibilitando acesso aos sistemas. A largura de banda necessária no roteador WLAN pode então ser constantemente vigiada. Até mesmo notebooks, conectados em LAN local, podem ser monitorados com relação a um escâner de vírus e atualizações do sistema operacional.

Assim, é possível um roteador conceder acesso somente a dispositivos apropriados com endereços MAC conhecidos. É claro que esses dispositivos devem ser verificados por um software antivírus da empresa. Também é necessário conceder acesso ao software de monitoramento de rede no computador móvel do respectivo usuário para que o nível de patch possa ser monitorado de forma centralizada. É neste cenário que verificamos a necessidade de um bom software de monitoramento de rede, já que assuntos como monitoramento de infraestrutura e segurança estão em alta no universo de TI.

* A Techconsult fala de aproximadamente 69% dos funcionários nas empresas com no mínimo 250 locais de trabalho com PC.

Sobre a Paessler AG
Paessler AG é líder na indústria por oferecer as soluções de monitoramento e teste de redes mais poderosos, acessíveis e fáceis de usar. O conjunto de software da empresa com os produtos certos oferece tranquilidade, confiança e conveniência para negócios de todos os tamanhos – de pequenos escritórios e home-offices a grandes corporações, incluindo mais de 70% das empresas que figuram na Fortune 100. Baseada em Nuremberg, Alemanha, o alcance global da Paessler inclui mais de 150 mil instalações ativas de produtos. Fundada em 1997, a Paessler AG continua sendo uma empresa privada e é reconhecida tanto como parceira de desenvolvimento da Cisco Developer Network quanto da VMware Technology Alliance Partner. Para mais informações, acesse
http://www.br.paessler.com/.

VIANEWS Comunicação Integrada
Fonte VIANEWS Comunicação Integrada 22/04/2013 ás 18h

Compartilhe

O que temos a ver com BYOD e consumerização?