Nove candidatos à Presidência do Paraguai discutem erradicação da pobreza

Fonte Agência Brasil* 03/04/2013 às 9h

Brasília – A pouco mais de duas semanas das eleições presidenciais no Paraguai, nove dos 11 candidatos apresentarão amanhã (4) as principais estratégias para a erradicação da pobreza no país. As propostas serão apresentadas durante um fórum de debates, no Teatro Municipal, em Assunção. Estarão presentes Efraín Alegre (Alegre Paraguai Alliance), Mario Ferreiro (País Avanza), Miguel Carrizosa (Pátria Querida), Lilian Soto (Kuna Pyrenda), Eduardo Arce (Partido dos Trabalhadores), Ricardo Almada ( Partido Branco), Atanásio Galeano (Partido Pátria Livre), Aníbal Carrillo (Frente Guasú) e Roberto Ferreira (Partido Humanista).

As eleições presidenciais no Paraguai ocorrem no próximo dia 21. O país está suspenso do Mercosul e da União de Nações Sul-Americanas (Unasul) há mais de nove meses, desde o processo de impeachment do então presidente Fernando Lugo. Para os líderes da região, a forma como o processo foi conduzido rompeu com a ordem democrática.

O então vice-presidente da República, Federico Franco, assumiu o poder em junho de 2012. Desde então, ele é o presidente da República e tenta buscar um acordo para acabar com a suspensão do Paraguai do Mercosul e da Unasul. Franco diz que seu governo é legítimo, pois a Constituição determina que o vice-presidente assuma o poder em caso de impedimento do titular.

Os organizadores determinaram que durante o fórum, amanhã, estão proibidos banners e cartazes, assim como instrumentos musicais. O objetivo, segundo eles, é garantir a ordem e o clima para a discussão. O candidato à Presidência da República, acompanhado por aquele que disputa uma vaga ao Senado, poderá ter três minutos para expor cada proposta. O candidato ao Senado terá dois minutos.

Na plateia, estarão presentes representantes de agricultores, indígenas, jovens, empresários e de organizações não governamentais. O fórum será transmitido ao vivo pela internet e gravado pela TV pública. O encontro tem o apoio de várias entidades internacionais, como a União Europeia e o Serviço de Cooperação Técnica da Embaixada da Espanha no Paraguai.

*Com informações da agência pública de notícias do Paraguai, IpparaguayE

Agência Brasil*
Fonte Agência Brasil* 03/04/2013 ás 9h

Compartilhe

Nove candidatos à Presidência do Paraguai discutem erradicação da pobreza