Nova Geração de "Fãs sem Fronteiras" gasta €35 bilhões fora de casa em cada temporada da UEFA

Fonte Tamer Comunicação Empresarial, 19/05/2012 às 9h

Relatório da MasterCard revela que novos fãs gastam valor equivalente a 562 passes do jogador Fernando Torres, do Chelsea FC.

Para comemorar a final da Liga dos Campeões da UEFA, a MasterCard, patrocinadora oficial do torneio, anunciou hoje um relatório que aponta que uma nova geração de fãs na Europa gastam juntos a quantia surpreendente de 35 bilhões de euros para torcer por times de países estrangeiros, comprovando que a presença em um evento tão tradicional e histórico realmente não tem preço.

Essa nova geração do futebol europeu, batizada de “Fãs sem Fronteiras”, é identificada em um relatório da MasterCard e da European Business School (EBS). Por temporada, seja em entradas para assistir partidas internacionais, assinaturas em TV ou compras de artigos relacionados ao esporte, estes fãs gastam um valor equivalente a construção de 100 arenas de futebol, a compra de 372 passes do Cristiano Ronaldo, do Real Madrid C.F., ou ainda, a de 562 passes do jogador Fernando Torres, do Chelsea F.C.
Os resultados, divulgados antes da final da Liga dos Campeões da UEFA entre FC Bayern München e Chelsea F.C., que vai acontecer no Fußball Arena München, no sábado, 19 de maio, revelam ainda que um quarto dos fãs europeus (41 milhões) fazem parte do “Fãs Sem Fronteiras”, tendo como o maior time de admiração internacional o F.C. Barcelona (29%), seguido pelo Real Madrid C.F. (10%) e pelo Manchester United F.C. (8%).
“O estudo da MasterCard analisa as mudanças no comportamento dos fãs de futebol e observa como as mudanças de afiliação aos times alteram seus gastos”, explica Hany Fam, presidente de parcerias estratégicas e desenvolvimento de mercado da MasterCard. “É fascinante ver que os fãs estão tendo um novo comportamento, como a adoção de times estrangeiros, para chegar ainda mais perto dos jogos e curtir os momentos mais inesquecíveis do futebol”, afirma Fam.
Como gastam os “Fãs sem fronteiras”:
As despesas dos “Fãs sem Fronteiras” atingem os 35 bilhões de euros em cada temporada, divididos da seguinte forma:
• Um quinto da despesa total, ou €7.5 bilhões, é direcionado à TV por assinatura.
• Merchandising (produtos com a marca do clube) recebem 13% do dinheiro dos nossos seguidores remotos.
• A presença em jogos representa 10% das despesas dos “Fãs sem Fronteiras”, com outros €2.5 bilhões alocados para comida, bebida e outros produtos comprados assistindo aos jogos.
• 6% das despesas representam visitas a pubs ou bares de esportes para assistir aos jogos em telões, e 5% representam assinaturas dos canais de TV dos clubes.
• Um em cada quatro fãs vai os jogos do seu time em outros países. “Fãs sem Fronteiras” gastam €8.75 bilhões por ano – um quarto das despesas – em acomodação e viagens, ou visitas aos seus estádios favoritos.
• O impacto sobre o turismo é positivo: um terço de todos os “Fãs sem Fronteiras” reservaram uma viagem com a única finalidade de assistir a uma partida ou visitar um estádio. Um quinto combinam uma partida e uma viagem curta, ou incluem uma partida durante suas férias.
• No total, as cidades que recebem os “Fãs sem Fronteiras” são beneficiadas com cerca de €4.5 bilhões por temporada.
Categorias de Fãs
O relatório classifica os “Fãs sem Fronteiras” em três grupos:
• Os Fãs de “Destaque”, que representam quase dois terços (60%) de todos os “Fãs sem Fronteiras”, atraídos pela filosofia de jogo (85%) e pelo sucesso (79%) de determinado time.
• Os Fãs por “Afinidade Regional”, que representam apenas 12% do número total.
• Muitos desses fãs mais distantes sentem uma relação especial com a equipe em função de alguma ligação com a cidade. Cerca de 55% desses fãs visitam a região do clube regularmente.
• Os seguidores “Estrela” representam 11% do total. São fiéis a grandes jogadores e técnicos, e estão dispostos a mudar de time de acordo com o destino de suas estrelas favoritas.
Glo-bola-lização
O autor do relatório, o professor Sascha Schmidt, Diretor do Instituto de Esportes, Negócios e Sociedade da EBS University, na Alemanha, apontou três grandes tendências que incentivaram o crescimento dos “Fãs sem Fronteiras”.
“Primeiro, maior mobilidade com viagens internacionais, mais fáceis e baratas. Com isso, os clubes internacionais não ficam mais fora do alcance destes torcedores. Em segundo lugar, os novos canais de mídia oferecem acesso mais fácil às informações dos clubes, chegando aos torcedores no exterior. Assim, os “Fãs sem Fronteiras” se sentem mais envolvidos na vida do clube. Por último, a emergência dos jogadores e técnicos a celebridades mundiais, que quebrou as barreiras de idioma e cultura, reunindo fãs de diferentes países”, explica o professor.
Sobre a Pesquisa
Os resultados da pesquisa são baseados em um estudo realizado pelo Instituto de Esportes, Negócios e Sociedade da European Business School (EBS), da Alemanha. A pesquisa é usada em áreas novas, como os “Fãs sem Fronteiras”, sobre os quais existem poucos ou nenhum estudo anterior. A meta é obter informações e conclusões para a realização de investigações empíricas posteriores. No total, 1.246 pessoas de um painel da Eurosport que cobriu os cinco principais mercados europeus da França, Alemanha, Itália, Espanha e Reino Unido, que responderam a uma pesquisa online. Além disso, 25 entrevistas qualitativas com membros de fã-clubes estrangeiros foram realizadas durante os últimos dois meses.
Sobre a MasterCard
MasterCard (NYSE: MA), www.mastercard.com, é uma empresa global de tecnologia e pagamentos. Ela opera a rede de processamento de pagamentos mais rápida do mundo, conectando consumidores, instituições financeiras, lojistas, empresas comerciais e estatais em mais de 210 países e territórios. Com os produtos e as soluções da MasterCard, as atividades comerciais cotidianas – tais como fazer compras, viajar, administrar um negócio e gerenciar as finanças – ficam mais fáceis, seguras e eficientes para todos. Siga-nos no Twitter @mastercardnews, acompanhe o blog The Heart of Commerce e inscreva-se para receber as notícias mais recentes.

 





Tamer Comunicação Empresarial,
Fonte Tamer Comunicação Empresarial, 19/05/2012 ás 9h

Compartilhe

Nova Geração de "Fãs sem Fronteiras" gasta €35 bilhões fora de casa em cada temporada da UEFA