Norte-coreanos atravessam mar a nado e pedem asilo

Fonte ANSA 14/08/2014 às 20h

Dois homens nadaram até a ilha de Gyondong, no país vizinho

14 Agosto, 13:50•TÓQUIO•ZGT

(ANSA) - Dois norte-coreanos atravessaram a nado o Mar Amarelo, que limita fronteiras entre Coreia do Norte e do Sul, e pediram asilo político no país vizinho, informou o Ministério da Defesa de Seul. O fato ocorreu na noite de ontem (13) e foi a Guarda Costeira quem resgatou os homens próximos à ilha de Gyondong, por volta das 4 horas da manhã (horário local).

A agência de notícias Yonhap, citando fontes do governo, explicou que os fugitivos têm cerca de 20 e 50 anos e que eles foram presos para averiguações pela agência de Inteligência do país.

A ilha fica a 2,5 quilômetros da costa ocidental mais próxima do Norte e uma fonte ouvida pela agência disse que esse é "o terceiro ano consecutivo que alguns norte-coreanos tentaram chegar à ilha por nado".

A maior parte dos desertores do regime de Pyongyang utiliza a China para chegar à Mongólia ou a outros países do sudeste asiático. Nesses locais, eles pedem asilo ou tentam pedir a proteção ao governo de Seul. Cerca de 25 mil moradores da Coreia do Norte já se refugiaram no Sul ou em outros países próximos desde o fim da guerra entre as Coreias, entre 1950 e 1953.(ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 14/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Norte-coreanos atravessam mar a nado e pedem asilo