Nordeste tem mais de 450 alunos medalhistas da Obmep 2012

Fonte Ascom do MCTI 23/03/2013 às 10h

No Nordeste, 457 estudantes foram contemplados com medalhas pelo desempenho nas provas na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) em 2012. Desse total, 49 são medalhistas de ouro, 99 de prata e 309 de bronze. Outros 5.826 alunos receberam menção honrosa pelo resultado nas duas etapas de avaliação.

 

Um fenômeno que tem chamado atenção na região é o desempenho acima da média de estudantes de pequenas cidades do interior. Resultado do esforço de professores dedicados ao ensino da matemática. No ano passado, o destaque ficou com o município de Paulista (PB), com 11 mil habitantes, que levou cinco medalhas de ouro, duas de prata e três de bronze – o empenho de profissionais como a professora Jonilda Ferreira fez toda a diferença.

Em Cocal dos Alves, município com 5,5 mil habitantes no norte do Piauí, o professor Antonio Cardoso do Amaral também ficou conhecido em todo o país pelo desempenho de seus alunos. Ele treinou e fez mais de 100 estudantes medalhistas desde a primeira edição da olimpíada.

Adesão

A Região Nordeste foi destaque no ano passado por ter registrado o maior número de novas adesões de escolas em relação ao restante do país. No total, 640 escolas participaram da olimpíada pela primeira vez, com destaque para o Maranhão, onde 226 estabelecimentos aderiram ao evento. Na Bahia, 114 escolas se cadastraram para a Obmep. Em seguida, quanto às adesões, vêm Ceará (99), Piauí (62), Pernambuco e Alagoas (43 cada), Paraíba (31), Rio Grande do Norte (16) e Sergipe (seis).

A Bahia foi a terceira unidade do país em número de inscrições. Foram quase 1,7 milhão de participantes (1.679.942), atrás de São Paulo (3.711.513) e Minas Gerais (2.017.608).

A nona edição do evento (2013) está com inscrições abertas até 5 de abril.

 

 

Ascom do MCTI
Fonte Ascom do MCTI 23/03/2013 ás 10h

Compartilhe

Nordeste tem mais de 450 alunos medalhistas da Obmep 2012