No Brechó JK Literário, os livros não ficam esquecidos na estante e se tornam aliados de uma comunidade menos consumista

Fonte Deborah Trevizan 18/03/2013 às 7h

No mês de março, o Colégio JK promove a 1ª Feira de Troca de Livros Literários Usados - Brechó JK Literário, em todas as unidades Júnior, que trabalha com a educação infantil e ensino fundamental 1, com alunos de 2 a 10 anos.

O objetivo é conscientizar os alunos da importância de preservar os livros, além de propiciar a oportunidade de economia nas despesas, com a aquisição dos livros literários pelas famílias, oferecendo uma das melhores e mais democráticas formas de dar aproveitamento aos livros usados ou excedentes que tenham em casa: a troca.

Em cada unidade haverá uma data diferente, mas o processo será o mesmo: a família se inscreve para trocar livros literários usados e que estejam em ótimo estado de conservação.

No ato da entrega, os livros serão avaliados e, se bem conservados, trocados por vales. Cada livro entregue dá direito a um vale que, no dia do evento, poderão ser trocados por outros livros. Cada família deverá trazer 4 livros, para a faixa etária do filho ou para as outras turmas.

Os livros que serão trocados devem atender a alguns requisitos básicos:

- estar em bom estado (não danificados, com capa, sem faltar páginas, limpos sem rabiscos) e serem livros literários adequados para leitores entre 2 e 10 anos.

Cada aluno deverá adquirir 4 livros usados que, além de um livro novo e indicado na lista de material da escola, irão compor a lista literária doProjeto Ler, Contar e Encantar, presente em todas as unidades JK Júnior.

E no JK Junior da 212/412 Norte, a ideia já deu certo. E o primeiro dia de trocas foi um sucesso. De acordo com a diretora da unidade, Graça Gírio, uma experiência para ser repetida todos os anos. Pais, alunos e equipe pedagógica satisfeitos.

Na próxima semana é a vez da unidade 913 Norte. Dias 20 e 21, quarta e quinta, das 10h30 às 14h30.

Com essa iniciativa, o Colégio JK quer juntar diversos valores que acredita ser importantes: o incentivo da leitura por meio da literatura e que o ato de ler não seja visto como uma obrigação, mas sim como algo prazeroso. Outro objetivo é conscientizar sobre a importância de se preservar as obras, que podem ser nossas companheiras por um bom tempo e depois, ainda, servir para outras pessoas, em uma visão sustentável.

www.colegiojk.com

Deborah Trevizan
Fonte Deborah Trevizan 18/03/2013 ás 7h

Compartilhe

No Brechó JK Literário, os livros não ficam esquecidos na estante e se tornam aliados de uma comunidade menos consumista