O seu canal de notícias do Brasil e do Mundo.

      

NBB - Vitória maiúscula

Fonte Liga Nacional de Basquete 29/03/2013 às 9h

Com bola de três pontos de Mineiro no estouro do cronômetro, Pinheiros derruba sequência positiva do Brasília e ganha força na briga pelo G-4

Tensão, lindas jogadas e um arremesso de três pontos no estouro do cronômetro. A partida entre Pinheiros/SKY e Uniceub/BRB/Brasília teve todos os ingredientes de um grande jogo de basquete. Melhor para os donos da casa, que contaram com um tiro de longa distância do ala/pivô Mineiro no último lance, para vencerem o confronto, pelo placar de 92 a 89, e derrubarem a sequência de 16 vitórias consecutivas dos atuais tricampeões do NBB.

Herói do triunfo pinheirense, Mineiro não brilhou só no arremesso decisivo. O camisa 12 foi o segundo cestinha da equipe na partida, com 20 pontos, além de colecionar sete rebotes. O principal pontuador do time paulista no confronto foi o norte-americano Joe Smith, autor de 26 tentos.

“Eu treino todo dia para, quem sabe um dia, ter uma bola como essa para decidir o jogo. E aconteceu hoje contra Brasília, num jogo muito importante. Eu estou muito feliz não só pela última bola, mas pela vitória que conquistamos. Isso sempre nos dá vontade de treinar e jogar cada vez mais”, festejou Mineiro.

O triunfo deu um novo fôlego para o clube da cidade de São Paulo brigar por uma vaga no G-4. Agora, os comandados de Cláudio Mortari ocupam a quinta colocação na tabela de classificação, com 20 resultados positivos em 30 compromissos disputados (66,7% de aproveitamento).

Pelo lado do time candango, o principal pontuador foi Guilherme Giovannoni, com 21 pontos, seguido pelo pivô Ronald, responsável por 18 pontos. Com a derrota, a equipe da capital federal se afastou do líder Flamengo e agora soma 25 vitórias em 30 partidas disputadas (83,3% de aproveitamento).

No começo do duelo, as equipes apresentaram propostas bem distintas para seus ataques. Os donos da casa apostaram no jogo interno e os pivôs Rafael Mineiro e Bruno Fiorotto foram os grandes destaques do time na primeira parcial, com seis pontos cada. Enquanto isso, os visitantes concentram sua pontuação em Giovannoni, com sete pontos, e Arthur, autor de cinco tentos. Com um final de quarto melhor, o esquadrão da capital federal conseguiu fechar o período com dois pontos de frente: 20 a 18.

A segunda parcial começou com os comandados do técnico José Vidal imprimindo um bom ritmo e realizando boas tramas ofensivas. Sendo assim, a equipe conseguiu abrir oito pontos de vantagem (32 a 24). Porém, os pinheirenses não se intimidaram e conseguiram reverter completamente o placar.

Tudo começou com uma sequência de três bolas de três pontos consecutivas do armador Paulinho. Na sequência, Smith passou a aparecer mais para o jogo e foi fundamental para o bom momento do time paulista, junto com Mineiro. Sem conseguir atacar diante de uma defesa por zona dos anfitriões, os candangos pararam e permitiram que os rivais não só virassem a partida, como levassem uma diferença de dez pontos (50 a 40) para o intervalo.

Os dez pontos de frente trouxeram tranquilidade ao Pinheiros na volta dos vestiários. Comandando por uma atuação soberana de Smith, a equipe mandante não teve dificuldades para administrar a diferença a seu favor. Do outro lado, os atuais tricampeões do NBB não se apresentaram como de costume e apresentaram uma série de erros em seu ataque. A exceção a essa regra foi Giovannoni, que com um bom jogo interno, não permitiu que os paulistas ampliassem a vantagem no placar.

No final do terceiro período, o armador Tatu proporcionou o lance mais bonito do jogo, ao acertar um arremesso da sua quadra de defesa. Os três pontos do suplente brasiliense fizeram com que a partida chegasse para seu último quarto, com os comandados de Mortari ainda dez pontos na frente: 76 a 66.

Logo no início da parcial final, Brasília sofreu uma importante baixa. O armador Nezinho, cestinha da equipe na temporada, cometeu sua quinta falta e precisou deixar o jogo. Porém, mesmo sem poder contar com os serviços do seu camisa 23, a equipe reagiu. Com uma defesa mais pressionada e um ataque intenso, o time visitante encaixou uma boa sequência e baixou o prejuízo no placar para apenas quatro pontos (80 a 76). O bom momento do Brasília prosseguiu e a equipe não demorou a assumir a liderança (82 a 80), com pouco menos de três minutos para o fim do confronto.

A partir deste momento, a partida ganhou ares dramáticos. Depois de uma sequência incrível dos dois lados, o jogochegou para seus segundos finais com o placar em igualdade (89 a 89). Foi então que brilhou a estrela de Mineiro. Joe Smith atraiu toda a defesa brasiliense e encontrou o ala/pivô livre. Com um arremesso perfeito, no estouro do cronômetro, o camisa 12 deu a vitória ao Pinheiros e acabou com a sequência positiva do Brasília.

Liga Nacional de Basquete
Fonte Liga Nacional de Basquete 29/03/2013 ás 9h

Compartilhe

NBB - Vitória maiúscula