O seu canal de notícias do Brasil e do Mundo.

      

NBB - De olho na Super Copa

Fonte Liga Nacional de Basquete 11/05/2013 às 20h

NBB - De olho na Super Copa

 

Gerente Técnico da LNB, Paulo Bassul, está em Macaé para avaliar as equipes que deverão compor a próxima temporada do NBB e a futura Série B

Desde 2011, a Super Copa Brasil, competição organizada pela Confederação Brasileira de Basketball (CBB), tem sido fundamental para o crescimento do basquete brasileiro e, principalmente, para o desenvolvimento do NBB. Quatro equipes já se beneficiaram do acesso ao principal campeonato adulto do país. Na primeira edição, Tijuca/Rio de Janeiro e Liga Sorocabana avançaram e, no ano seguinte, foi a vez do Mogi das Cruzes e do Palmeiras. Graças ao torneio da CBB, a última temporada do Novo Basquete Brasil contou com uma participação recorde de 18 equipes.

Este ano, a Super Copa Brasil chega a sua terceira edição e sete clubes estão na disputa pelas duas vagas que poderão dar um novo acesso ao NBB. O torneio, organizado na cidade de Macaé, no estado do Rio de Janeiro, está sendo acompanhado de perto pelo gerente técnico da Liga Nacional de Basquete (LNB), Paulo Bassul.

“A Super Copa Brasil proporcionou a todas as regiões do país um norte. Hoje, qualquer equipe pode sonhar com o acesso ao NBB”, afirmou Bassul. “Meu objetivo aqui é técnico de avaliar o nível das equipes, mas também administrativo, para tentar entender como está o planejamento desses times e se eles se enquadram no que a liga exige”, completou.

Além da importância em acompanhar os times que poderão ingressar no NBB, a LNB também analisa a possibilidade de convidar os times da Super Copa Brasil, que não classificaram, para comporem a futura Série B, competição que deverá ser lançada no início do ano de 2014.

A LNB, em parceria com a CBB, planeja começar a primeira edição da segunda divisão do campeonato nacional de basquete aproveitando os clubes que já estão em atividade e que estão motivados a iniciarem esse novo projeto.

“A ideia de começar a Série B é fazer como foi o NBB no principio. Você tem que partir de um ponto. Vamos observar essas equipes, que possuem projetos mais avançados para integrarem uma competição nacional, e ver se eles tem o interesse e condições de participar”, comentou o gerente técnico da LNB.

Paulo Bassul, da LNB, e Vanderlei Mazzuchini, da CBB, estão em Macaé (Divulgação/CBB)

O formato da Série B ainda está sendo estudado pela Liga Nacional de Basquete, mas a ideia principal é definir o modelo com antecedência para que os clubes tenham tempo de se organizarem para a estreia.

“Ainda não será possível disputarmos uma competição no modelo do NBB, com jogos de ida e de volta. Porém, estamos pensando num formato que possua uma carga razoável de jogos para que, gradativamente, a gente possa aumentar”, explicou Bassul.

Com a criação da Série B, a Super Copa Brasil e seus torneios regionais continuarão sendo fundamentais para o crescimento da nova competição e o desenvolvimento do basquete no território nacional.

Super Copa está na reta final
Na noite desta sexta-feira, foram definidos os cruzamentos da fase de semifinal da Super Copa Brasil 2013. Primeiro, na disputa dos líderes do Grupo B, o Universo/Goiânia derrotou o Sport Recife, por 88 a 78, e ficou com a ponta da chave. Os cestinhas do duelo foram o armador Gaston Lucchini, pelo time goiano, e o norte-americano Brandon Brown, pela equipe paulista, com 23 e 21 pontos, respectivamente.

Depois, na última partida do dia, o anfitrião Macaé passou pelo Fluminense, pelo placar de 97 a 74, com 24 pontos do pivô Atílio. Com o resultado, o time que atua em seus domínios na competição ficou com a liderança do Grupo A, enquanto que o clube tricolor ficou com o segundo lugar.

Desta maneira, os cruzamentos das semifinais, que serão disputados neste sábado, ficaram definidos da seguinte maneira: Universo/Goiânia (1ºB) contra Fluminense (2ºA), às 17h45 (de Brasília), e Macaé (1ºA) contra Rio Claro (2ºB), às 20 horas (de Brasília).

As equipes que vencerem as partidas deste sábado garantem vaga no triangular de acesso para o NBB 2013/2014, ao lado do Tijuca/Rio de Janeiro. O torneio, que dará a oportunidade dos dois primeiros colocados pleitearem uma vaga na próxima edição do maior campeonato de baquete do país, caso atendam aos requisitos pré-estabelecidos pela LNB, será realizado entre os dias 15 e 17 de maio, no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro (RJ).

Liga Nacional de Basquete
Fonte Liga Nacional de Basquete 11/05/2013 ás 20h

Compartilhe

NBB - De olho na Super Copa