NBB - Com pretensões distintas na tabela, Bauru e Limeira duelam por tranquilidade

Fonte Liga Nacional de Basquete 15/03/2013 às 21h

 

Duelo será realizado neste sábado, no Ginásio "Panela de Pressão", com transmissão ao vivo do canal SporTV 3

Um time luta para se manter no G-4 e ter o direito de avançar direto às quartas de final. A outra equipe ainda briga para confirmar sua vaga nas oitavas de final. É desta maneira que Paschoalotto/Bauru e Winner/Kabum/Limeira chegam para o confronto deste sábado, às 16 horas (de Brasília), no Ginásio "Panela de Pressão", em Bauru (SP). A partida será transmitida ao vivo para todo o Brasil através do canal SporTV 3.

Depois de três vitórias seguidas, incluindo o triunfo sobre o líder Flamengo, fora de casa, os bauruenses entraram no grupo dos quatro primeiros colocados no campeonato. Atualmente, a equipe comandada pelo técnico Guerrinha possui 18 resultados positivos em 27 partidas disputadas (66,7% de aproveitamento), mesma campanha do Unitri/Universo, que ocupa o terceiro lugar. O time paulista segue na quarta posição, devido aos critérios de desempate.

Porém, mesmo com a boa fase, o esquadrão da cidade de Bauru sabe que não pode vacilar. Pinheiros/SKY, Vivo/Franca e São José/Unimed, quinto, sexto e sétimo colocados, respectivamente, seguem na cola do G-4 e a tabela de classificação pode sofrer uma grande alteração ao final de cada rodada.

"Qualquer time que vacilar pode perder a posição que está buscando. Não é só no G-4. É também a briga para ter mando de quadra nos playoffs, Brasília que está tentando conquistar o primeiro lugar e na luta para entrar nos playoffs. Todo jogo é importante e está valendo algo. Não estamos preocupados somente com posições, temos que melhorar muitos aspectos da equipe ainda", afirmou o treinador bauruense Guerrinha.
Boa parte do bom momento do Bauru no NBB se deve a uma mudança na equipe titular. Depois de serem os protagonistas da equipe durante toda a LDB (os bauruenses ficaram com o título da competição sub-22), os jovens Ricardo Fischer e Gui Deodato passaram a figurar no quinteto titular do técnico Guerrinha. Desde então, o time melhorou sua defesa e ganhou novas opções ofensivas.

"É uma série de combinações. Não adiantaria colocar os dois e não ajustar a equipe. O Ricardo marca bem e o Larry melhorou muito a sua defesa e com a entrada do Gui, o Pilar caiu para a posição quatro, o que nos deu uma defesa muito mais forte. Gui e Ricardo vem mostrando uma evolução muito grande. Os dois têm talento e isso já vem sendo trabalhado desde o começo da carreira deles. O Gui aqui em Bauru e Ricardo pelos times que passou. O tempo de quadra é importante para essa melhora deles", explicou Guerrinha.

Enquanto isso, o time limeirense luta para se manter na zona de classificação aos playoffs. Com uma campanha repleta de altos e baixos dentro da competição, o esquadrão dirigido pelo técnico Demétrius sabe que precisa conquistar vitórias fora de casa para poder confirmar sua vaga na fase de mata-mata com mais tranquilidade. A equipe ocupa a 11ª colocação, com 12 vitórias e 16 derrotas (42,9% de aproveitamento).

"Espero uma partida equilibrada. Para nós, é a chance de recuperação de uma derrota e de aproximação da garantia de classificação para os playoffs. Precisamos ter muita atenção durante o jogo para conseguir a vitória. Temos que manter uma regularidade durante esse confronto contra Bauru porque é uma equipe forte fisicamente e que possui peças importantes dentro do elenco, sem falar que o ginásio deve estar lotado apoiando", disse o comandante limeirense Demétrius.

Na partida válida pelo primeiro turno, Bauru levou a melhor, mesmo atuando fora de casa. Porém, não foi fácil. Após uma partida equilibrada do início ao fim, o time dirigido por Guerrinha contou com uma cesta do ala/pivô Pilar, no último segundo, para sair vencedor, pelo placar de 84 a 82.
Confira todos os jogos do NBB neste sábado
16h - Uniceub/BRB/Brasília x Suzano/Cesumar/Campestre
16h - Paschoalotto/Bauru x Winner/Kabum/Limeira
18h - SKY/Basquete Cearense x Palmeiras
18h - Liga Sorocabana x Cia. do Terno/Romaço/Joinville
18h - São José/Unimed x Vila Velha/Garoto/UVV
19h - Mogi das Cruzes/Helbor x Icatu/Minas
19h - Unitri/Universo x Paulistano/Unimed

Curiosidades da rodada:

Uniceub/BRB/Brasília x Suzano/Cesumar/Campestre - Ginásio da ASCEB, Brasília (DF) - Sábado - dia 16/03, às 16h00

A terceira da história
Se vencer esta partida, o Brasília chegará a sua 15ª vitória consecutiva e igualará a terceira melhor sequência de resultados positivos da história do NBB, que pertence ao São José, conquistada na temporada passada.

Primeiro turno
Com dificuldades, do Brasília venceu o Suzano, fora de casa, por 92 a 81.

"Pipokinha"
O jovem ala do Suzano, João Felipe, filho do ex-jogador da seleção brasileira, Pipoka, foi jogador do Brasília na temporada passada.

Pura eficiência
O time da capital federal é o mais eficiente da atual temporada do NBB. A equipe do técnico José Vidal tem uma média de 108,7 de valoração por partida.
Paschoalotto/Bauru x Winner/Kabum/Limeira - Ginásio Panela de Pressão, Bauru (SP) - Sábado - dia 16/03, às 16h00

Superioridade do Bauru

As equipes já se enfrentaram sete vezes no NBB. Os bauruenses levaram a melhor em cinco oportunidades, enquanto o Limeira venceu apenas duas.

4-0 run
Desses sete confrontos, o Bauru venceu os últimos quatro. A última vitória do Limeira sobre o time do técnico Guerrinha no NBB foi em janeiro de 2011.

Respeitosa sequência
O Bauru acumula três vitórias consecutivas, sobre Flamengo e Tijuca, fora de casa, e Joinville, em casa, por 114 a 91.

Centenário pela primeira vez
A vitória sobre o Joinville na última rodada foi a primeira que o Bauru ultrapassou os 100 pontos no placar (114 a 91).

Duelo de campeões
A partida marcará o confronto entre o campeão do Torneio de Enterradas, Gui Deodato, do Bauru, e o campeão do Torneio de 3 pontos, Matheus Dalla, do Limeira.

900
O pivô norte-americano do Bauru, Jeff Agba, precisa de apenas um rebote para completar 900 no NBB.

Primeiro turno
A vantagem da partida era do Limeira, porém, no último segundo, o ala Pilar converteu cesta seguida de falta, mais o lance livre de bonificação, que deu a vitória ao Bauru, por 84 a 82.
São José/Unimed x Vila Velha/Garoto/UVV - Ginásio Lineu de Moura, São José (SP) - Sábado - dia 16/03, às 18h00

Grande vantagem

Joseenses e capixabas já se enfrentaram nove vezes no NBB, com sete vitórias do São José e apenas duas do Vila Velha.

Boas lembranças
O São José saiu vencedor dos últimos cinco confrontos contra o Vila Velha no NBB.

Que volta!
O armador Fúlvio retornará suspensão já podendo atingir uma importante marca. Se der três assistências, o camisa 11 do São José chegará a 900 passes perfeitos no NBB, se juntando a Larry Taylor, líder absoluto no fundamento, na casa dos jogadores que estão acima deste número.

Um bom filho a casa torna
Um dos destaques do Vila Velha na temporada, o armador Alexandre Pinheiro defendeu as cores do São José na temporada 2010/2011 do NBB.

Primeiro turno
O São José levou a melhor, jogando fora de casa, por 93 a 86, com grande atuação de Jefferson William, que anotou 30 pontos e pegou 13 rebotes, totalizando um total de 41 de eficiência.


SKY/Basquete Cearense x Palmeiras - Ginásio Paulo Sarasate, Fortaleza (CE) - Sábado - dia 16/03, às 18h00

O garrafão é dele
O ala/pivô do Basquete Cearense Felipe Ribeiro é o reboteiro do campeonato, com média de 9,08 sobras por jogo. O atleta de 33 anos é também o líder de tocos na temporada, com média de 1,42 rejeições por partida.
Marcão em alta O pivô do Palmeiras, Marcão, tem uma discreta média de 5,63 pontos por jogo. Porém, nos dois últimos confrontos de sua equipe, o pivô de 2,05m anotou 11 e 16 pontos, contra Franca e Brasília, respectivamente, suas melhores marcas na temporada. Será que o atleta alviverde baterá sua marca mais uma vez?

Primeiro turno
Mesmo longe de casa, o Basquete Cearense bateu o Palmeiras, por 86 a 81.


Liga Sorocabana x Cia. do Terno/Romaço/Joinville - Ginásio Gualberto Moreira, Sorocaba (SP) - Sábado - dia 16/03, às 18h00

Ligeira vantagem
No histórico do duelo no NBB ocorreram três partidas. Com duas vitórias da Liga Sorocabana e uma do Joinville.

Gualberto Moreira invicto
A Liga Sorocabana nunca perdeu para o Joinville diante de sua torcida.

2 - 2
O norte-americano Desmond Holloway, da Liga Sorocababa, é o dono da segunda melhor média de pontos da temporada (20,07 por jogo). Boa parte desses pontos vem através das bolas de 2 pontos no jogador. O camisa 22 do esquadrão sorocabana é o líder no fundamento, com média de 6,11 convertidas por jogo.

Ladrão de bolas
O armador Neto, da Liga Sorocabana, é o jogador que mais rouba bolas na temporada. O camisa 9 tem média de 2,07 carteiras batidas por partida.
Não ficam para trás Apesar da Liga Sorocabana ter o líder em roubos de bola, o Joinville é o segundo colocado no fundamento. A equipe catarinense tem média de 9,21 desarmes por confronto.

Primeiro turno
A Liga Sorocabana levou a melhor, jogando fora de casa, por 93 a 86.


Unitri/Universo x Paulistano/Unimed - Ginásio Homero Santos, Uberlândia (MG) - Sábado - dia 16/03, às 19h00

Enterrada na certa
A partida marcará o duelo entre os dois líderes de enterradas na temporada, os pivôs Cipolini, do Uberlândia (44 cravadas) e Toyloy, do Paulistano (36 cravadas).

Assistências também
O norte-americano Robert Day se destaca por fazer muitos pontos e ter a mira certeira nos arremessos de 3 pontos. Porém, na última rodada, o ala do Uberlândia completou 100 assistências na temporada.

4x1
É a vantagem dos mineiros sobre os paulistas em confrontos válidos pelo NBB.

Seguido de perto
O terceiro lugar do Uberlândia pode estar ameaçado. Na última rodada, o Bauru conseguiu uma vitória e igualou a campanha dos mineiros, terceiros colocados (18 vitórias em 27 jogos - 66,7% de aproveitamento).
Primeiro turno Fora de casa, o Uberlândia derrotou o Paulistano, por 88 a 76.


Mogi das Cruzes/Helbor x Icatu/Minas - Ginásio Prof. Hugo Ramos, Mogi das Cruzes (SP) - Sábado - dia 16/03, às 19h00

Reboteiro de ataque
O pivô Bábby tem a segunda melhor média de rebotes na temporada (9,0 por jogo). Mas quando se trata de rebotes de ataque, o atleta é o líder. O camisa 66 do Mogi tem média de 2,92 de sobras no garrafão adversário, o melhor no fundamento.

Filipin é 100
Nesta partida, o ala do Mogi das Cruzes, Guilherme Filipin, completará 100 jogos em sua carreira no NBB.

Primeiro turno
Atuando em terras mineiras, o Mogi das Cruzes contou com 26 pontos do norte-americano Riddick para bater o Minas por 86 a 84.

Liga Nacional de Basquete
Fonte Liga Nacional de Basquete 15/03/2013 ás 21h

Compartilhe

NBB - Com pretensões distintas na tabela, Bauru e Limeira duelam por tranquilidade