Natação - Gustavo Borges entra no Hall da Fama

Fonte CBDA 13/05/2012 às 21h
Ele já tinha entrado no Hall da Fama do coração da família aquática brasileira. Mas agora, Gustavo Borges recebeu a honraria máxima da natação, ao entrar no Hall da Fama da natação internacional (International Swimming Hall of Fame), seleto grupo dos maiores nadadores da história, como Matt Biondi e Mark Spitz. A cerimônia aconteceu no sábado, 12/5, em Fort Lauderdale, EUA. Antes de Gustavo, somente uma brasileira obteve esta honra: Maria Lenk, nomeada há 24 anos.

Gustavo França Borges participou de quatro Olimpíadas e quatro Jogos Pan-Americanos, tendo no currículo quatro medalhas olímpicas e 19 pan-americanas, este último, um recorde ainda não superado.

- O Hall da Fama é o maior prêmio para um atleta após a carreira esportiva. Assim como as medalhas olímpicas, a homenagem ficará na memória. Estar ao lado de grandes estrelas da natação mundial me deixa orgulhoso e com um sentimento de que valeu a pena todo o esforço – disse Gustavo.

Quem entregou a faixa vermelha para a entrada de Gustavo no panteão dos grandes nomes da natação foi seu treinador nos anos 90, Jon Urbanchek., que também pertence ao Hall desde 2008. Gustavo estava acompanhado de seus pais, esposa e casal de filhos, num grupo de quase 30 pessoas. O nadador brasileiro começou a nadar aos 10 anos de idade, em 1982, em sua cidade natal, Ituverava/SP.

Além de Olimpíadas e Pan-Americanos, Gustavo foi ainda campeão e recordista mundial em piscina curta (25 metros); porta-bandeira da delegação brasileira na cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Atenas/2004; e integra o Comitê de atletas da Federação Internacional de Natação – FINA.

Também entraram no Hall da Fama na cerimônia de sábado, o italiano Domenico Fioravanti (nadador), o canadense Eldon Godfrey (dirigente e benfeitor), o norte-americano Chad Hundeby (nadador de maratonas aquáticas), o húngaro Laszlo Kiss (técnico), o norte-americano coronel Frank Kurtz (pioneiro dos saltos ornamentais), o chinês Tian Liang (saltador), o uruguaio Julio Maglione (dirigente, atual presidente da FINA), o espanhol Jesus Miguel Rollan Prada (jogador de polo aquático), a norte-americana Jill Sudduth (atleta do nado sincronizado) e o húngado Jozsef Szabo (nadador).

Medalhas olímpicas de Gustavo Borges:
Prata – 100m livre em Barcelona/1992
Prata – 200m livre em Atlanta/1996
Bronze – 100m livre em Atlanta/1996
Bronze – 4x100m livre em Sydney/2000 (ao lado de Fernando “Xuxa” Scherer, Carlos Jayme e Edvaldo Valério “Bala”).

O International Swimming Hall of Fame é uma organização sem fins lucrativos localizado em Fort Lauderdale, na Flórida/EUA. O objetivo da entidade é usar a natação como ferramenta para bem-estar, qualidade de vida e segurança na água. O espaço é dedicado à memória e reconhecimento de quem brilhou na natação, saltos, polo aquático, nado sincronizado, e pessoas envolvidas em atividades de salvamento e educação.

CBDA
Fonte CBDA 13/05/2012 ás 21h

Compartilhe

Natação - Gustavo Borges entra no Hall da Fama