Município do Amazonas realiza eleição fora de época para eleger prefeito e vice

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
Cerca de 40,6 mil pessoas irão novamente às urnas para escolher, no próximo domingo (20), o novo prefeito e vice-prefeito do município de Coari, localizado a cerca de 370 quilômetros a oeste de Manaus. A eleição fora de época na cidade foi determinada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE), depois que Rodrigo Alves (PP) e Leondino Mendes (PTB) – prefeito e vice eleitos em 2008, respectivamente – foram cassados pela justiça por uso indevido de verba pública, em julho deste ano.

Três candidatos concorrem às eleições: José Lobo (PCdoB), Manuel Lima e Arnaldo Mitouso (ambos do PMN). Em entrevista, o diretor-geral do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Amazonas, Renato Frazão, informou que o novo pleito em Coari deve custar em torno de R$ 70 mil. “Nesse caso, precisamos recorrer ao TSE [Tribunal Superior Eleitoral], para poder arcar com os custos fora de época. O tribunal faz o repasse do recurso mediante as estimativas apontadas pelo próprio TRE.”

O montante informado será usado com transporte, alimentação e diárias dos servidores do tribunal, além do custeio do transporte das urnas, dos mesários e da contratação de serviços de tecnologia para contagem dos votos. Segundo Frazão, serão usados dois helicópteros, voadeiras (espécie de embarcação) e um hidroavião no transporte das urnas. "Teremos ainda dois pontos de transmissão de dados via satélite."

A eleição suplementar do próximo domingo é a segunda no estado, este ano. A primeira ocorreu, em fevereiro, na cidade de Juruá – cerca de mil quilômetros de distância de Manaus.

Até as 19h30 do dia 20, horário de Brasília, o TRE espera anunciar o resultado da eleição. No total, 160 urnas serão usadas, com apoio de 600 mesários. Cerca de 200 homens, entre Policiais Militares, Federais e do Exército farão a segurança das zonas eleitorais. Os candidatos tiveram um calendário especial para as campanhas, de acordo com Frazão. “Foram tempos excepcionais. Não foi possível oferecer a eles o mesmo prazo como em uma eleição normal.”

A cidade têm 67 mil habitantes e nos últimos seis anos recebeu aproximadamente R$ 305 milhões em royalties da Petrobras. O município é sede das obras de construção do gasoduto Coari-Manaus.
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Município do Amazonas realiza eleição fora de época para eleger prefeito e vice