Mulheres são mais cuidadosas com a privacidade na internet

Fonte JeffreyGroup 10/03/2013 às 10h

São Paulo,  Março de 2013 – De acordo com um estudo europeu, homens e mulheres gastam quase o mesmo tempo usando a Internet. No entanto, há diferenças em como eles usam a web. As mulheres são mais ativas em redes sociais, enviam mais mensagens de seus smartphones e fazem mais compras online. Mesmo assim, elas também dão mais atenção à proteção da privacidade.

No entusiasmo de tecnologia e Internet, a batalha entre os sexos está indefinida. Enquanto as mulheres se recuperam ao longo dos últimos anos, elas não amam a tecnologia pela tecnologia, elas a adoram porque lhes permite fazer coisas com mais facilidade. Na questão segurança, de forma geral elas estão quase um passo à frente dos homens.

Nas redes sociais, por exemplo, duas a cada três mulheres (67%) limitam suas conversas no Facebook e outros sites às mensagens privadas, enquanto menos da metade dos usuários do sexo masculino (48%) fazem isso. Mas os homens não são necessariamente o sexo "inseguro" na internet. Eles mudam suas senhas com mais frequência do que as mulheres (48% contra 42%) e passam mais tempo lendo notícias sobre tecnologia. Normalmente eles é que são mais bem informados quanto às ameaças de segurança. Além disso, homens são os alvos mais frequentes de e-mails com conteúdo de fraude do que as mulheres (42% contra 34%).

Frente esse contexto, a Kaspersky Lab preparou cinco dicas de segurança.

  1. Ficar seguro no Facebook e em sites semelhantes: 1 bilhão de usuários ativos do Facebook estão no lugar certo, na hora certa para os cibercriminosos. Programas de malware estão cada vez mais sendo distribuído através redes sociais, assim como através do método tradicional e-mail. Usuários enviam mensagens falsas ou aplicativos manipulados com um contendo de links para sites infectados. Cuidado com links compartilhados, mesmo que enviados por seus contatos. Evite instalar extensões desconhecidas no seu navegador (Google Chrome ou Mozilla Firefox), especialmente as que prometem o recursos inexistente de "trocar a cor do seu perfil no Facebook".
  2. Ser cuidadoso com informações pessoais: As redes sociais são a maneira perfeita para ficar em contato com amigos em todo o mundo, e esses sites contam com um conteúdo gerado pelo usuário. Você deve ser cauteloso. Não espere que o Facebook e sites semelhantes para fornecer todas as garantias quando se trata de proteger sua privacidade. Qualquer coisa publicada em uma rede social pode ser distribuída, apesar das configurações de segurança modificadas. Você deve ser o mais cuidadoso possível com seus dados pessoais, ativando os recursos de privacidade presentes nas configurações do seu perfil, que por padrão, não estão ativadas.
  3. Cuidado com os negócios: Se você está comprando jeans ou sapatos, você pode encontrar grandes pechinchas online. Infelizmente, os criminosos também transformam estes negócios a seu favor por tentar golpe de barganha. Você deve ser cuidadoso quando você vê produtos tops de linha oferecidos em preços baixos. Estas ofertas são muitas vezes feitas por cibercriminosos que tentam atraí-lo para sites infectados, ou por fraudadores tradicionais que não vai enviar a mercadoria após o recebimento do pagamento. Em caso de dúvida sobre a reputação da loja on-line, procure informações em órgãos de defesa do consumidor.
  4. Use senhas corretamente: Senhas fornecem uma proteção eficaz se forem complexas e conhecidas apenas pelo proprietário de um determinado computador, conta do Facebook ou caixa de entrada de e-mail. Você não deve revelar sua senha a ninguém, nem mesmo o seu parceiro. Importante: não use a mesma senha para vários serviços e altere suas senhas regularmente. Também sugerimos o uso de um software gerenciador de senhas, para facilitar seu acesso, eliminando a necessidade de memorização das senhas.
  5. Proteger os dispositivos móveis: Cada vez mais fáceis de usar, dispositivos móveis fizeram o acesso à internet algo simples, mas smartphones e tablets também estão em risco. É importante instalar a proteção básica em todos os dispositivos, incluindo uma senha na tela inicial do seu smartphone, para limitar o acesso de estranhos. Evite instalar aplicativos desconhecidos ou que estejam publicado em lojas que não sejam as oficiais. Os usuários que possuem um computador, laptop, tablet e smartphone, podem usar o Kaspersky ONE para fornecer melhor proteção para todos os seus dispositivos com uma única licença.

Sobre a Kaspersky Lab

A Kaspersky Lab é o maior fornecedor privado de soluções para endpoints do mundo. A empresa está classificada entre os quatro maiores fornecedores de soluções de segurança

para usuários finais em todo o mundo*. Ao longo de seus 15 anos de história, a Kaspersky Lab tem mantido a inovação em segurança de TI e oferece soluções digitais de segurança

eficientes para consumidores, pequenas e médias empresas e grandes corporações. Atualmente, a empresa opera em aproximadamente 200 países e territórios, oferecendo proteção a mais de 300 milhões de usuários em todo o mundo. Para obter mais informações, visite: http://latam.kaspersky.com.

*A empresa ficou em quarto lugar na classificação global em vendas de segurança de endpoints por fornecedor da IDC, 2011. Essa classificação foi publicada no relatório Previsão de 2012-2016 de produtos de segurança de TI em todo o mundo e participações de fornecedores em 2011 (IDC nº 235930, julho de 2012). Nesse relatório, os fornecedores de software foram classificados de acordo com a receita de vendas de soluções de segurança de endpoints em 2011.

JeffreyGroup
Fonte JeffreyGroup 10/03/2013 ás 10h

Compartilhe

Mulheres são mais cuidadosas com a privacidade na internet