MS anuncia 118 leitos para o hospital de RN

Fonte Agência Saúde – Ascom/MS 22/03/2013 às 17h

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel foi integrado ao S.O.S Emergências e contará, em abril, com mais 53 leitos de retaguarda. Também será instalada Unidade de Pronto Atendimento (UPAs) 24hs no Estado

O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel de Natal (RN) passou a integrar o programa S.O.S Emergências, após a visita do ministro da Saúde, Alexandre Padilha, nesta sexta-feira (22). Durante a visita foi assinado Termo de Compromisso para a inclusão da unidade à estratégia que visa qualificar a gestão e o atendimento em grandes hospitais pelo Sistema Único de Saúde (SUS). O ministro anunciou o repasse de mais recursos financeiros e a abertura, no próximo mês de abril - em parceira com a Secretaria de Saúde - de 53 leitos de retaguarda.

Ao integrar o S.O.S Emergências, a unidade assegura R$ 3,6 milhões/ano de custeio e qualificação do atendimento, além de R$ 3 milhões/ano para a realização de obras e aquisição de equipamentos. No caso do Walfredo Gurgel, já foram empenhados R$ 2 milhões para reforma e R$ 1 milhão para compra de equipamentos. “O Walfredo Gurgel é um dos hospitais que apresenta dificuldades no atendimento na urgência e emergência, realidade que precisa ser enfrentada junto com Estado, Município e os profissionais da unidade”. Essa é a avaliação feita pelo ministro durante visita ao hospital.

De acordo com Padilha é necessário desenvolver ações que devem ser aplicadas antes, durante e depois do atendimento do paciente no hospital. “Uma ação que vai contribuir para mudar essa realidade atual do Walfredo Gurgel é a abertura de leitos de retaguarda. A previsão é que em abril sejam abertos - em parceira com a Secretaria de Saúde - 53 leitos exclusivos para dar continuidade ao tratamento dos pacientes que estão nos corredores”, afirmou o ministro.

Outra ação que ajudará a desafogar o hospital é a abertura imediata de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24hs no Estado. “Para isso, o Ministério da Saúde está disposto a alocar mais recursos”, garantiu o ministro. Na ocasião, o ministro anunciou a decisão tomada durante a visita de que o Ministério da Saúde vai repassar R$ 150 mil, por ano, para o município de Natal para o credenciamento de serviço de neurocirurgia pediátrica, que funcionará no Hospital Infantil.

ATENDIMENTO– Os 118 leitos disponíveisem Natal (RN), 20 são de clínica médica, no Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL). Outros 14 leitos de enfermaria serão ativados nos próximos 40 dias no Hospital Coronel Pedro Germano (Hospital da Polícia Militar).Entre os leitos em uso, 40 estão no Hospital Universitário Onofre, mais 16 no Hospital da Polícia Militar e 28 leitos no Hospital Rui Pereira. O Ministério da Saúde repassa, anualmente, R$ 10,9 milhões para o custeio de todos esses leitos.
O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel realizou, no ano passado, 9.873 internações e 419.099 atendimentos. A unidade conta, atualmente, com 260 leitos, sendo 21 UTI coronariana, 29 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulto e seis de UTI pediátrica. O Ministério da Saúde repassou, em 2012, R$ 18 milhões para custear esses atendimentos hospitalares. O hospital possui diversas habilitações, tais como de UTI; internação domiciliar; serviço de atenção domiciliar; retirada de órgãos e tecidos.

ESTRATÉGIA – Com este programa, o governo federal, os gestores municipais e estaduais promoverão o enfrentamento das principais necessidades deste hospital, que são: qualificar a gestão, ampliar o acesso aos usuários em situações de urgência e, ainda, garantir atendimento ágil, humanizado e com acolhimento.

A presidenta da República, Dilma Rousseff, e o ministro Padilha lançaram, em novembro de 2011, o SOS Emergência, iniciativa que integra a Rede Saúde Toda Hora. Atualmente, o programa já abrange 12 hospitais de grande porte, localizados em nove capitais: Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Salvador (BA), Brasília (DF), Belo Horizonte (BH), Goiânia (GO), São Paulo, Porto Alegre (RS) e Ananindeua (PA), região metropolitana de Belém.

Nos 12 hospitais que já aderiram ao programa na primeira etapa, houve diminuição na fila e na superlotação. Até 2014, o programa vai alcançar os 40 maiores prontos-socorros brasileiros, abrangendo todos os 26 estados e o Distrito Federal (DF). Os hospitais selecionados são referências regionais, possuem mais de 100 leitos, tem pronto-socorro e realizam grande número diário de internações e atendimentos ambulatoriais. Os serviços da Rede Saúde Toda Hora englobam o SAMU 192, Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 horas), Salas de Estabilização, serviços da Atenção Básica e Melhor em Casa.

REDE –Para contribuir com o aprimoramento da gestão e qualificação do atendimento aos usuários, foi firmada parceria com os Hospitais de Excelência no Brasil - Sírio Libanês, Albert Einstein, Hospital do Coração, Samaritano, Alemão Osvaldo Cruz e Moinhos de Vento – e com o Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into). A participação se dará por meio de levantamento de necessidade e plano de trabalho individualizado por hospital que poderá utilizar-se da Telessaúde, ferramenta de comunicação à distância que presta teleconsultoria, segunda opinião médica e capacitação à distância, além de outras formas de processos de formação em temas de relevância para a unidade. 

Agência Saúde – Ascom/MS
Fonte Agência Saúde – Ascom/MS 22/03/2013 ás 17h

Compartilhe

MS anuncia 118 leitos para o hospital de RN