Morales tenta dialogar com sindicatos da área de saúde em greve

Fonte 14/05/2012 às 8h
O governo boliviano está negociando com os sindicatos do país uma saída para a greve mantida por profissionais do setor da saúde.

O governo de Evo Morales tenta convencer as organizações sindicais de saúde de que vai cumprir a promessa de suspender temporariamente o decreto que aumenta de seis para oito horas a jornada de trabalho dos médicos. Os trabalhadores, por sua vez, anunciaram uma greve de 40 dias.

Dirigentes do sistema universitário sugeriram que Morales promulgue um decreto que "garanta" que a medida não será implantada até que um debate social analise o problema do sistema de saúde.

O governo só aceitou negociar com os sindicatos após uma semana de intensos protestos que deixaram várias pessoas feridas, entre elas uma enfermeira. A mulher foi golpeada por um policial e apresenta complicações renais.
Fonte 14/05/2012 ás 8h

Compartilhe

Morales tenta dialogar com sindicatos da área de saúde em greve