Moradores e usuários da Reserva Amanã realizam 6ª assembleia geral

Fonte Ascom do Instituto Mamirauá 25/04/2013 às 18h

Zoneamento, reaproveitamento de madeira, manejos florestal e de pesca e plano diretor da Reserva Amaná, no Amazonas, foram alguns dos temas debatidos durante a VI Assembleia Geral da Reserva Amanã, na Comunidade São João do Ipecaçu.

 

A atividade, realizada nos dias 19 e 20 de abril, reuniu moradores e usuários da unidade de conservação. A coordenadora do programa de Gestão Comunitária do Instituto Mamirauá, Marluce Mendonça, apresentou as atividades de apoio à gestão da reserva, como assessoria para agricultores e implementação de sistemas de captação de água, além de atividades educacionais e de saúde

“Em agosto, o instituto irá instalar mais um sistema de captação de água na comunidade de São Sebastião do Repartimento. Também será dado apoio ao Centro Estadual de Unidades de Conservação para a capacitação das lideranças que vão integrar o Conselho Gestor da Reserva Amanã", disse.

Humberto Batalha, técnico do programa de Manejo Florestal Comunitário do instituto, forneceu explicações sobre a instrução normativa que permite que os comunitários utilizem madeira para construir casas, moveis e utensílios na área da comunidade, desde que não haja finalidade comercial. A madeira para venda só pode ser explorada por meio do Plano de Manejo Florestal. "Algumas espécies na área da reserva são proibidas por lei e não podem ser exploradas, como a castanheira e a seringueira", reforçou.

A Assembleia Geral é realizada anualmente e é promovida pela Central das Associações de Moradores e Usuários da Reserva Amanã (Camura). Além do Instituto Mamirauá, o encontro contou com a participação do Centro Estadual de Unidades de Conservação do Estado do Amazonas (Ceuc), Fundação Amazonas Sustentável (Fas) e a Colônia de Pescadores Z-4 de Tefé.

Leia mais.

 

 

Ascom do Instituto Mamirauá
Fonte Ascom do Instituto Mamirauá 25/04/2013 ás 18h

Compartilhe

Moradores e usuários da Reserva Amanã realizam 6ª assembleia geral