Moradias populares serão construídas em área onde ocorreu tentativa de reintegração

Fonte Agência Brasil 27/03/2013 às 11h

 

São Paulo – A área de 132 mil metros quadrados na Rua Bento Guelfi, no Jardim Iguatemi, zona leste da capital paulista, onde vivem 750 famílias, vai ser desapropriada judicialmente ou adquirida pela Companhia Metropolitana de Habitação de São Paulo (Cohab) para a construção de moradias populares. Ontem (26) de manhã ocorreu no local uma tentativa de reintegração de posse e houve confronto entre a Tropa de Choque da Polícia Militar (PM) e os moradores. Os PMs usaram bombas de efeito moral, gás lacrimogênio e balas de borracha para dispersar os manifestantes. No início da tarde, a ação foi suspensa pela Justiça.

O decreto que torna o terreno área de interesse social foi publicado hoje (27) no Diário Oficial do Município. De acordo com a Cohab, as famílias serão cadastradas nos próximos dias pela prefeitura, enquanto ocorre o processo de desapropriação do terreno, para que novos moradores não ocupem o local. Durante todo o processo, essas famílias poderão permanecer no terreno.

Segundo a companhia, será elaborado um projeto habitacional, em conjunto com representantes dos moradores. A Cohab informa que na área, provavelmente, serão construídos prédios e as famílias vão ser retiradas quando começarem as obras. Durante a construção das moradias, elas receberão auxílio-aluguel.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 27/03/2013 ás 11h

Compartilhe

Moradias populares serão construídas em área onde ocorreu tentativa de reintegração