Montezemolo diz que Ferrari tem poucas chances de vencer Mundial

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, afirmou que é pouco provável que a escuderia italiana vença o Campeonato Mundial de Fórmula 1 deste ano, mesmo com o alemão Michael Schumacher pilotando um dos carros da escuderia.

"Certamente Michael Schumacher correrá para vencer, como sempre faz na Ferrari, mas receito que o campeonato deste ano não esteja mais ao nosso alcance", comentou Montezemolo, em entrevista à revista italiana Oggi.

O presidente da Ferrari também contou como pediu para o piloto a voltar às pistas, em substituição ao brasileiro Felipe Massa, que sofreu um acidente no último dia 25, durante o treino classificatório para o Grande Prêmio da Hungria.
 
"Quando eu lhe pedi para correr até o retorno de Felipe, Michael não hesitou. Subitamente disse sim, animado por um formidável sentimento de gratidão à Ferrari", explicou Montezemolo.

O italiano também informou que "há tempos" pensava em "um terceiro carro para confiar a Michael".

Schumacher, único heptacampeão mundial da F1, se aposentou em 2006 pela Ferrari e foi contratado novamente pela equipe quatro dias após o acidente de Massa.

Segundo a imprensa alemã, ele receberá um milhão de euros por cada corrida, e mais um milhão por cada vitória alcançada.

Massa sofreu uma fratura no crânio e uma concussão cerebral ao ser atingido por uma mola que se soltou da traseira da Brawn GP de Rubens Barrichello. O piloto ficou internado no Hospital Militar de Budapeste e ontem voltou para o Brasil, onde prosseguirá com os tratamentos.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Montezemolo diz que Ferrari tem poucas chances de vencer Mundial