Montezemolo diz que Alonso não pediu salário maior

Fonte ANSA 13/08/2014 às 20h

Chefe da Ferrari também homenageou Enzo Ferrari

13 Agosto, 15:03•MARANELLO•ZGT

(ANSA) - O presidente da Ferrari, Luca Di Montezemolo, disse hoje (13) que o piloto Fernando Alonso não pediu um salário de mais de R$ 100 milhões por temporada para continuar na equipe.

"Nós temos a sorte de ter dois campeões do mundo que estão trabalhando com todo o time para voltarmos a ser competitivos. Mas, como em qualquer lugar, histórias de possíveis problemas ou de tratativas com cifras que não são só irreais, mas também sem nenhuma lógica, como aquelas sobre o contrato de Alonso e no engajamento dos pilotos", disse o presidente ao site da escuderia.

Ele defendeu ainda mais os seus pupilos, dizendo que "os nossos pilotos devem descansar e repor as energias porque a temporada ainda é longa e precisamos deles no máximo de sua forma".

Montezemolo escreveu a mensagem pela passagem dos 20 anos da morte de Enzo Ferrari, o fundador do time de Maranello, que ocorre amanhã (14). "Fiquei ao seu lado por muitos anos. E em 1991, quando assumi a presidência da marca, apliquei muitos dos seus princípios: inovar, não se contentar nunca e decidir rapidamente. Estou seguro de que Enzo Ferrari está feliz em ver o quanto crescemos, da presença da Ferrari em 62 países, dos fortes investimentos que fizemos no produto e com toda a nossa inovação tecnológica", publicou o mandatário. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 13/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Montezemolo diz que Alonso não pediu salário maior