MIT deve encerrar pesquisa em fusão nuclear neste ano

Fonte Imprensa Unicamp 29/05/2013 às 8h

 

Governo americano decidiu concentrar seus investimentos no projeto ITER

 

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) vai encerrar seu experimento sobre o uso de fusão nuclear como fonte de ebergia este ano, após um corte de verbas federais, informa o jornal The Boston Globe.


Citado pelo Globe, Miklos Porkolab, diretor do Centro de Fusão e Ciência de Plasma, disse que, a menos que o Congresso americano aja para reverter o corte, 70 funcionários serão demitidos. A desativação do experimento no MIT deixará os Estados Unidos com apenas dois experimentos de fusão, um na Universidade Princeton e outro numa empresa privada, General Atomics.


Fusão produz energia quando átomos de elementos leves se combinam para produzir um elemento mais pesado, No interior do Sol, átomos de hidrogênio fundem-se em átomos de hélio, gerando a energia emitida pela estrela. Se viabilizada comercialmente, a fusão poderá representar uma fonte de energia nuclear com muito menos resíduos radioativos do que os reatores atuais, de fissão, que extraem energia do rompimento de núcleos atômicos pesados.


O governo dos EUA continua a financiar estudos sobre fusão nuclear, mas decidiu concentrar seus recursos na área no ITER, uma colaboração internacional que vem tentando construir um reator de fusão na França.

Imprensa Unicamp
Fonte Imprensa Unicamp 29/05/2013 ás 8h

Compartilhe

MIT deve encerrar pesquisa em fusão nuclear neste ano