Missão da OEA chega a Honduras na tentativa de solucionar crise política

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
A delegação da Organização dos Estados Americanos (OEA), enviada a Tegucigalpa para tentar mediar a crise política causada pela destituição do presidente Manuel Zelaya, chegou por volta das 8h40 locais (11h40 de Brasília) de hoje ao país.

Além dos chanceleres de Argentina (Jorge Taiana), Canadá (Peter Kent), Costa Rica (Bruno Stagno), Jamaica (Kenneth Baugh), México (Patricia Espinosa), Panamá (Juan Carlos Varela ) e República Dominicana (Carlos Morales Troncoso), também participa da delegação o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza.

Insulza, que já repudiou o golpe contra Zelaya por diversas vezes e também ratificou seu apoio à mediação do presidente da Costa Rica, Oscar Arias, foi aceito pelo regime de facto, de Roberto Micheletti, na condição de observador e não como secretário-geral da entidade.

Os ministros chegam com o papel de chegar a um consenso entre ambas partes para que seja assinado o Acordo de San José, proposto por Arias e que, entre seus 11 pontos, estabelece como imprescindível o retorno do presidente deposto.

Juan Barahona, dirigente da Frente Nacional contra o Golpe de Estado, acredita que se reunirá com a missão, "que deve impor um prazo, um dia e uma hora para os golpistas abandonarem o poder que usurparam".

Micheletti, no poder desde o dia 28 de junho, quando Zelaya foi expulso do país, rejeita a possibilidade de que o mandatário constitucional retorne à presidência. Ontem, a Corte Suprema do país repudiou vários pontos da proposta apresentada por Arias e reafirmou que, se Zelaya retornar ao país, irá ser julgado por diversos crimes.

Uma delegação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos esteve até sexta-feira no país e constatou múltiplas violações aos direitos humanos. Também a organização humanitária Anistia Internacional (AI, com sede em Londres) apresentou um relatório com denúncias de agressões e repressões contra civis.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Missão da OEA chega a Honduras na tentativa de solucionar crise política