Ministro italiano da Defesa acredita que Lula vai extraditar Cesare Battisti

Fonte Ansa Flash. 20/11/2009 às 23h
O ministro da Defesa da Itália, Ignazio La Russa, disse acreditar que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva irá ratificar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e extraditará o ex-militante de esquerda Cesare Battisti.

Para La Russa, a extradição será "uma consequência óbvia da sentença, porque o presidente Lula sempre declarou que acataria a decisão da corte".

Ontem, o Supremo aprovou por cinco votos a quatro o pedido do governo italiano para que Battisti seja enviado ao seu país, onde foi condenado à prisão perpétua por quatro assassinatos cometidos na década de 1970, quando militava no grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC).

No Brasil desde 2004, o italiano foi preso em 2007 e recebeu do ministro da Justiça, Tarso Genro, o status de refugiado político no último mês de janeiro.

La Russa também rejeitou as especulações de que a extradição do italiano seria uma forma de vingança contra os crimes cometidos. "Não é vingança querer que alguém condenado comece a cumprir sua pena. Acho que falar de vingança seria verdadeiramente uma abominação", comentou.

O presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, foi o último a votar no processo e desempatou o placar originado por duas sessões anteriores.

Ao término de seu pronunciamento, Mendes considerou ainda que Lula teria que acatar a decisão do Supremo, dando início ao parecer sobre a participação do presidente da República no processo.

Após nova discussão, cinco dos nove ministros que se pronunciaram declararam que o veredicto da máxima instância do Judiciário brasileiro é autorizativo, portanto, caberá ao presidente da República dar a palavra final sobre a extradição de Battisti.
Ansa Flash.
Fonte Ansa Flash. 20/11/2009 ás 23h

Compartilhe

Ministro italiano da Defesa acredita que Lula vai extraditar Cesare Battisti