Ministro da Defesa líbio desiste de renunciar ao cargo

Fonte Ansa flash 07/05/2013 às 21h

Barghouti havia apresentado hoje sua renúncia ao cargo, ocasião em que denunciou os ataques cometidos por grupos armados

TRÍPOLI, 7 MAI (ANSA) - O ministro da Defesa da Líbia, Mohamed Barghouti, retirou a renúncia ao cargo que havia apresentado nesta terça-feira, segundo fontes locais.

"O chefe de governo pediu ao ministro que retire sua demissão. Por sua vez, o ministro disse que, diante da situação do país, aceitava continuar cumprindo suas funções", comunicou uma nota oficial.

Barghouti havia apresentado hoje sua renúncia ao cargo, ocasião em que denunciou os ataques cometidos por grupos armados contra escritórios públicos. Segundo eles, esses atos "colocam em perigo a democracia".

A renúncia foi apresentada dias após a aprovação de uma lei pelo Parlamento que proíbe funcionários do governo de Muammar Kadafi de exercer seus cargos.

Dias antes da aprovação da lei, grupos armados cercaram vários prédios do governo, inclusive ministérios, para pressionar o Parlamento a aprová-la.

"Não posso, jamais, aceitar que a política se pratique com o poder das armas. Este é um assalto à democracia, a mesma democracia que jurei defender", disse Barghouti, ao apresentar sua renúncia.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 07/05/2013 ás 21h

Compartilhe

Ministro da Defesa líbio desiste de renunciar ao cargo