Ministro da Defesa comemora prisão de chefe da Camorra

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O ministro italiano da Defesa, Ignazio La Russa, celebrou hoje a prisão do suposto chefe da Camorra (máfia napolitana), Giuseppe Bastone, considerado um dos 100 criminosos mais perigosos da Itália.

Bastone, de 28 anos, foi encontrado em um quarto de três metros por três, onde vivia escondido. Lá, ele tinha um frigobar, uma TV e um DVD player. As autoridades o acusam de ser o responsável pelo tráfico de drogas no bairro de Scampia, na periferia da capital de Campania. Sua mercadoria era fornecida por cartéis da América Latina.

Ele também é considerado o chefe do clã Di Lauro e estava foragido desde o fim do ano passado.

"Recebi com grande satisfação a notícia da prisão de Giuseppe Bastone, há muito tempo procurado", expressou La Russa em um telegrama enviado ao comandante Leonardo Gallitelli, responsável pela operação.

La Russa também agradeceu "a toda a equipe que fez parte da operação dando a enésima prova do grande profissionalismo e dedicação".

A polícia italiana já havia procurado o foragido na Espanha, onde vários mafiosos foram detidos nos últimos meses. Ao ser localizado, Bastone, que não estava armado, não resistiu à prisão.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Ministro da Defesa comemora prisão de chefe da Camorra