Ministério participa de mesa-redonda sobre inovação em Londres

Fonte Ascom do MCTI 03/04/2013 às 17h
Brasileiros e britânicos realizam nesta quarta-feira (3), em Londres, uma mesa-redonda sobre a cooperação bilateral em inovação. Representantes de pastas do governo federal, como o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), centros de pesquisa, universidades, associações privadas e empresas discutem, ao longo do dia, possibilidades de colaboração em saúde, manufatura, energia e tecnologias da informação e da comunicação (TICs).

 

Como chefe da missão, o presidente do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), Glaucius Oliva, apresenta aos britânicos o cenário do Brasil em ciência e tecnologia. Já os secretários de Desenvolvimento Tecnológico e Inovação, Alvaro Prata, e Política de Informática do MCTI, Virgilio Almeida, abordam programas de fomento executados pela pasta. O Departamento para Negócios, Inovação e Habilidades (BIS, na sigla em inglês) abre o encontro.

A agenda da mesa-redonda ainda prevê discussões em grupos temáticos. No fim da tarde, o evento termina com uma sessão plenária liderada por Alvaro Prata e pelo diretor de Inovação do BIS, John Dodds. A ideia é que essa última etapa concentre sugestões de parcerias. À noite, o ministro britânico para Universidades e Ciência, David Willets, recebe a delegação brasileira.

Na quinta-feira (4), o presidente do CNPq e os secretários do MCTI fazem visitas a instituições do Reino Unido. Oliva viaja até a Universidade de Sheffield, Prata conhece as dependências da companhia automotiva Gordon Murray Design e Virgilio se desloca até o parque de pesquisa de Surrey.

Declaração

O encontro decorre de declaração conjunta firmada em junho de 2012, durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), entre o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marco Antonio Raupp, e o conselheiro-chefe para Assuntos Científicos do Governo Britânico, John Beddington. Na ocasião, a empresa BG, do setor de energia, comprometeu-se com o CNPq a conceder 450 bolsas de pós-graduação em universidades do Reino Unido, no âmbito do programa Ciência sem Fronteiras.

Além de Prata e Virgilio, integram a delegação do MCTI o coordenador-geral de Biotecnologia e Saúde, Luiz Henrique Mourão, e uma analista da Assessoria de Assuntos Internacionais, Ana Lúcia Stival. A missão também tem representantes dos ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) e das Relações Exteriores (MRE), da Finep, do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), entre outras instituições públicas e privadas.

 

 

Ascom do MCTI
Fonte Ascom do MCTI 03/04/2013 ás 17h

Compartilhe

Ministério participa de mesa-redonda sobre inovação em Londres