Ministério faz balanço positivo de intercâmbio com Reino Unido em Olimpíadas Escolares

Fonte Ascom – Ministério do Esporte 16/05/2012 às 21h
Com três agendas distintas, o Ministério do Esporte fez um balanço positivo de ida ao Reino Unido durante a semana passada e começa a planejar os próximos passos. O ministro Aldo Rebelo, que se reuniu com o secretário nacional de Mídia, Cultura e Esporte Inglês, Jeremy Hunt, acredita na possibilidade de maior cooperação entre os dois países para a organização dos megaeventos.

“Fomos a única delegação estrangeira nos Jogos Escolares Ingleses e fomos muito bem recebidos. Estamos otimistas, pois o governo inglês se mostrou receptivo à proposta de cooperação apresentada pela delegação brasileira. Eu creio que o Brasil e a Inglaterra têm a oportunidade de uma cooperação muito ampla no esporte e que os dois governos estão preparando as áreas em que esse intercâmbio deve ocorrer”, afirmou Aldo Rebelo.

Em paralelo, os Comitês Olímpico e Paralímpico Brasileiros (COB e CPB) e a Confederação Brasileira do Desporto Escolar (CBDE) se uniram à equipe técnica da pasta para acompanhar de perto a organização e desenvolvimento do esporte escolar naquele país. Para o secretário nacional de Esporte, Educação, Lazer e Inclusão Social, Afonso Barbosa, a maior lição que podemos aprender dos ingleses é a importância do desenvolvimento de uma cultura de esporte para os brasileiros.

“A partir dessa cultura o Brasil tornar-se-á uma potência mundial no esporte, rivalizando-se com outras potências como Estados Unidos, China e Rússia, por exemplo. A cultura de esporte agrega valores humanos e morais próprios do esporte, mas plenamente aplicáveis nos relacionamentos como o respeito à dignidade das pessoas, a coragem de ousar, o saber competir, o aceitar a vitória com humildade e a derrota com altivez”, explicou.

A comissão técnica se reuniu com membros do Departamento de Mídia, Cultura e Esporte do Reino Unido, visitou a Escola Pública Linden Lodge – que desenvolve um trabalho com crianças que têm alguma deficiência física ou sensorial – e participou de reunião na Associação Paralímpica Inglesa, além de acompanhar o desempenho dos atletas e a organização dos Jogos Escolares britânicos.

Os jogos contaram ainda com a participação de 18 atletas brasileiros e cinco técnicos, de três modalidades (atletismo, judô e natação). A delegação de esportistas foi coordenada por dois profissionais do ministério, o diretor de Esporte de Base e Alto Rendimento, André Arantes, e a Assessora Internacional Ana Maria Prestes.

“Foi emocionante ver concretizado o convênio entre o Ministério do Esporte e o DCMS de intercâmbio de atletas escolares. Ver nossos jovens atletas sendo recebidos tão calorosamente por seus pares, pelos ingleses em geral e autoridades esportivas destacadas, como Sebastian Coe, foi gratificante. Presenciar as vitórias deles no Parque Olímpico, que será o cenário dos atletas olímpicos daqui a poucos meses, fortaleceu nossa convicção de que é preciso incentivar, estimular e apoiar estes futuros medalhistas”, disse Ana Prestes.

Segundo André Arantes, o desempenho da equipe não poderia ser melhor. “Dos 18 atletas que competiram nas três modalidades, 15 conquistaram medalhas, inclusive no paradesporto. Nossa performance foi elogiada inclusive pelos ingleses, ao ressaltarem que os jovens deixaram uma imagem positiva e duradoura de todos os atletas brasileiros”, orgulha-se o diretor.

Uma deficiência brasileira, segundo avaliação do diretor, ainda é em infraestrutura esportiva. “Por isso a preocupação do ministro em priorizar essa questão. Em compensação, ganhamos em experiência, em quanto os Jogos deles existem a cerca de cinco anos, o Brasil já realiza este evento há mais de 40 anos. Agora vamos organizar a vinda da delegação inglesa, que participará das Olimpíadas Paralímpicas Escolares e das Olimpíadas Escolares Brasileiras. O intercâmbio entre os dois países é fruto de acordo firmado em 2011”, explica Arantes.
Ascom – Ministério do Esporte
Fonte Ascom – Ministério do Esporte 16/05/2012 ás 21h

Compartilhe

Ministério faz balanço positivo de intercâmbio com Reino Unido em Olimpíadas Escolares