Ministério e indústria fecham acordo para inclusão de aprendizes

Fonte Ministério do Trabalho e Emprego 21/08/2014 às 11h
O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) acaba de assinar um termo de cooperação com a Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp) e o Sistema S (Sesi e Senai), que irá viabilizar ações conjuntas para inclusão profissional de pessoas com deficiência na condição de aprendiz.

Os beneficiados irão atuar em indústrias, cujas matrizes estejam localizadas no estado de São Paulo, por meio de programa de aprendizagem industrial, que abrange inclusão digital, atividades esportivas, cidadania e elevação de escolaridade.

A coordenadora-geral de Preparação e Intermediação da Mão-de-Obra Juvenil do Ministério, Ana Lucia Alencastro, comemorou a iniciativa. “É mais um passo que está sendo dado para a inclusão de jovens no mercado de trabalho”, declarou.

Aprendizes

Dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais) e do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostram que, 81% dos aprendizes que concluíram o programa em 2011 permaneceram no mercado formal no ano seguinte.

Em números, no ano de 2011, 203.060 aprendizes concluíram o programa e 165.123 permaneceram no mercado em 2012. Quase o mesmo percentual foi observado em 2012, quando 256.320 aprendizes concluíram e 211.186 continuaram no mercado formal em 2013, representando 82%.

As propostas para a elaboração do Documento Referencial serão apresentadas pelo Ministério do Turismo (MTur), pelo Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur) e por representantes do setor de turismo, nesta quarta-feira (20), na sede do Instituto. O lançamento oficial será no mês de setembro, quando o Ministério fará a entrega do documento aos presidenciáveis.


Ministério do Trabalho e Emprego
Fonte Ministério do Trabalho e Emprego 21/08/2014 ás 11h

Compartilhe

Ministério e indústria fecham acordo para inclusão de aprendizes