Ministério da Cultura vai propor política para preservar os acervos culturais do país

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O Ministério da Cultura quer aproveitar a tragédia decorrente de um incêndio que danificou boa parte da obra do artista plástico Hélio Oiticica para propor a criação de uma política de preservação dos acervos culturais existentes no Brasil.

Em entrevista à Agencia Brasil, o secretário executivo do Ministério da Cultura, Alfredo Manevy, defendeu a necessidade de o país adotar uma política de aquisição de acervos  e de qualificação dos museus e galerias de artes para receber e manter em território nacional os quadros dos principais artistas brasileiros.

“Precisamos equipar melhor os museus brasileiros para dar conta da preservação desses variados acervos, de cinema, arte contemporânea. É uma oportunidade importante, a partir da tragédia ocorrida, para propor uma política de incentivo à preservação dos acervos, e é isso que o ministro [da Cultura, Juca Ferreira] está propondo ao Brasil.”

Manevy adiantou que, na próxima semana, o ministro se reunirá com artistas, produtores e galeristas para discutir uma política para os acervos existentes no Brasil.

“Em razão da existência de muitos acervos importantes no Brasil em situação semelhante ao de Oiticica, o Ministério da Cultura está preparando uma agenda, um conjunto de ações e medidas, para evitar situações de tragédia como essa que atingiu a arte brasileira e, mais do que isso, garantir que essas obras sejam bem preservadas e difundidas no Brasil, que possam vir a ser conhecidas do grande público brasileiro nas condições ideais.”
Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Ministério da Cultura vai propor política para preservar os acervos culturais do país