Mineiros querem recuperar hegemonia brasileira no Circuito CAIXA em Belo Horizonte

Fonte Local da Comunicação 20/05/2013 às 21h

 

Estado contará com cinco representantes, três deles do Cruzeiro, em busca do topo do pódio, neste domingo (26)

São Paulo - Os mineiros vão contar com cinco representantes para recuperar a hegemonia brasileira na etapa de Belo Horizonte do Circuito CAIXA, neste domingo (26). Três deles defendem o Cruzeiro, tradicional equipe de atletismo com sede na capital do Estado, que já levou atletas ao topo do pódio em três edições da prova e tem a estreante Maria Regina Seguins como um dos destaques, ao lado do experiente João Marcos Fonseca, o João Gari. Entre as primeiras do ranking nacional, Kleidiane Barbosa Jardim também está na briga pela vitória. A disputa terá largada às 8 horas, na Lagoa da Pampulha, e percursos de 5 km e 10 km.

Mineira de Caraí, atualmente morando em Belo Horizonte, Kleidiane Barbosa Jardim começou a correr há apenas dois anos, convidada por um amigo, e rapidamente se tornou profissional. No início deste ano, ganhou o patrocínio da Gran Cursos/CAIXA e vem ganhando destaque nas competições. Foi a quinta colocada na Meia Maratona de São Paulo e na Meia Maratona de Brasília.

"Foi tudo muito rápido, sinto como se fosse algo predestinado na minha vida", conta Kleidiane. Sem se deslumbrar, a fundista faz um planejamento a longo prazo. Quer terminar a temporada entre as dez primeiras do ranking brasileiro de corrida de rua, e, a partir de 2014, começar a aprimorar suas marcas em todas as distâncias. Para a prova de Belo Horizonte do Circuito CAIXA, está confiante em conseguir um bom resultado. "Correr em casa é sempre mais emocionante. Participo de todas as disputas por aqui, e, com a torcida a favor, espero fazer uma ótima prova."
Veterano e novata no Cruzeiro
Para retomar o topo do pódio em Belo Horizonte, o Cruzeiro conta com o experiente João Marcos Fonseca, o João Gari, que tem entre seus principais resultados a vitória na Maratona Internacional de Porto Alegre, em 2011. Nesta temporada, Gari já venceu a 2ª Corrida do Cruzeiro e foi vice-campeão da Corrida do Milho, em Pato de Minas, no último fim de semana, atrás apenas do queniano Francis Kiplagat Lagat. "O Gari é especialista em maratonas, mas pode surpreender no Circuito CAIXA, neste domingo", aponta Alexandre Minardi, técnico da equipe, que conta ainda com Reginaldo José da Silva no pelotão masculino.

O Cruzeiro já venceu a prova de Belo Horizonte do Circuito CAIXA em três edições consecutivas, na elite masculina, com Giomar Pereira (2009), Valdir Oliveira (2010) e José Márcio Leão (2011). No pelotão feminino, sonha em colocar pela primeira vez uma atleta no lugar mais alto do pódio, e aposta na novata Maria Regina Seguins. Integrante do chamado Expressinho, time B do Cruzeiro, a fundista venceu a Corrida do Milho e, de acordo com Minardi, tem boas chances de surpreender as adversárias. Os últimos vencedores da prova na capital mineira foram os quenianos Kiprop Mutai e Flomena Cheych Daniel.

O Circuito CAIXA celebra dez anos de história, em 2013. Passando por quatro das cinco regiões brasileiras, conta com a chancela da Confederação Brasileira de Atletismo ( CBAt). As 12 corridas somam pontos para o ranking brasileiro de corredores de rua. Os dez primeiros colocados no ranking, no masculino e no feminino, garantem o patrocínio da CAIXA para 2014.

A competição é uma realização da HT Sports, com patrocínio da CAIXA Econômica Federal e co-patrocínio da Centauro e apoio da Neptunia Corretora de Seguros. Em Belo Horizonte, conta ainda com o apoio da Federação Mineira de Atletismo, Prefeitura Municipal de Belo Horizonte e supervisão técnica da CBAt.

Mais informações em www.circuitocaixa.com.br / http://twitter.com/circuitocaixa

Local da Comunicação
Fonte Local da Comunicação 20/05/2013 ás 21h

Compartilhe

Mineiros querem recuperar hegemonia brasileira no Circuito CAIXA em Belo Horizonte