MinC participa de seminário em Salvador

Fonte Ascom/MinC – Representação Regional Bahia 28/05/2012 às 21h
O Ministério da Cultura (MinC), representado pela secretária de Economia Criativa, Cláudia Leitão, abriu nesta segunda-feira (28) o I Seminário de Formação e Capacitação em Cultura, no auditório do Teatro Vila Velha, em Salvador.

O evento é uma realização da Universidade Federal da Bahia (UFBA), com apoio da Capes, Fapesb, CNPQ, da secretaria Estadual de Cultura (Secult), da secretaria de Ciência e Tecnologia e do Consulado Geral da França para o Nordeste.

Em suas palavras Claudia Leitão falou as ações da secretaria, criada pela ministra Ana de Hollanda em 2011, ainda em processo de estruturação.

Uma destas ações é o lançamento, no dia 1º de junho, em Brasília, do Observatório Brasileiro de Economia Criativa (Obec) que terá apoio da Universidade Federal da Bahia (UFBA).

De acordo com a secretária, um dos desafios é o de levantar dados e informações sobre o setor para que possamos pensar em políticas públicas.

Outro projeto importante, segundo a secretária, é o Criativa Birô, um equipamento que será implantado nos estados com a missão de orientar os empreendedores criativos e promover a formação e capacitação através da realização de cursos e assessoria especializada.

“A Bahia vai ter um Criativa Birô que será instalado em Salvador, mas atenderá todo o Estado”, garantiu.

A perspectiva da SEC é de criar 14 Criativas Birôs ainda este ano e mais 13 em 2013, atingindo, assim todo o território nacional. Também devem ser montados 14 Observatórios Estaduais até o final de 2012.

“Estamos falando de uma economia que trata do circo ao software e que tem na diversidade um bem e um insumo de natureza econômica. Estamos falando de um novo olhar”, afirma.

Apesar do conceito recente, os números comprovam que o setor é um dos mais significativos na economia mundial.

De acordo com pesquisa da Unctad (Conferência das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento), de 1980 a 1998, o volume de recursos no comércio internacional desse segmento cresceu de US$ 95,3 bilhões para US$ 387,9 bilhões.

Seminário

Deolinda Vilhena, presidente da Comissão Organizadora do encontro, agradeceu a participação de todos e a participação do MinC. “Sem parcerias nada se faz”, afirmou.

Irene Kirsch, da Embaixada da França, disse que o seminário pode ajudar a promover mais interação. “É o momento de abrir novos caminhos e novos horizontes”.

O professor de sociologia política da Université de Paris-Ouest Nanterre/La Défense, Emmanuel Wallon, falou sobre o tema: Preparar o imprevisto, antecipar o inédito: a formação dos administradores culturais diante das mutações dos sistemas de produção e dos circuitos de intercâmbios artísticos.

Em seguida foi realizado um debate público com mediação da Coordenadora Geral de Estratégias e Gestão de Ações do Ministério da Cultura (MinC), Angela Andrade.

O seminário acontece até quarta-feira (30), e segue uma dinâmica de palestras e debates pela manhã e formação de mesas-redondas e grupos de trabalho à tarde.

A programação completa do I Seminário de Formação e Capacitação em Cultura pode ser conferida no site do evento.

Ascom/MinC – Representação Regional Bahia
Fonte Ascom/MinC – Representação Regional Bahia 28/05/2012 ás 21h

Compartilhe

MinC participa de seminário em Salvador