México anuncia programa recolocação de ex-funcionários de estatal energética

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O governo do México anunciou um programa para reinserir no mercado de trabalho os cerca de 44 mil funcionários da companhia estatal Luz y Fuerza del Centro (LFC), dissolvida na semana passada por ordem do presidente Felipe Calderón.

O programa, que disponibilizará US$ 37,5 milhões, foi apresentado em coletiva de imprensa pelos ministros do Trabalho, Javier Lozano, e da Economia, Gerardo Ruiz Mateos.

A ação propõe diversas opções para o retorno ao mercado, como a concessão de crédito para quem optar por iniciar seu próprio negócio, adquirindo franquias, ou bolsas de estudos equivalentes a US$ 410 mensais para os ex-trabalhadores que desejarem realizar um curso de capacitação.

Lozano e Mateos também ressaltaram que o fechamento da LFC "não poderá ser revertido porque foi tomado com base na legalidade".

Ao ordenar a extinção da estatal, Calderón afirmou que a empresa trazia um "custo muito alto" para a economia do país e era um "obstáculo" para o desenvolvimento da região central do México, área em que atuava fornecendo energia para cerca de a 25 milhões de pessoas em 82 municípios.

A Luz y Fueza del Centro (LFC) tem um déficit anual de US$ 2,2 bilhões e monopolizava a distribuição de energia no centro do país.

Provisoriamente, a nova empresa responsável por esta região será a Comisión Federal de Eletricidad (CFE), também estatal, que oferecia o serviço ao restante do país.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

México anuncia programa recolocação de ex-funcionários de estatal energética