Meirelles afirma que BC estuda medidas para flexibilizar câmbio

Fonte Agência Brasil 19/11/2009 às 0h
O presidente do Banco Central (BC), Henrique Meirelles, afirmou hoje (29) que a instituição voltou a estudar medidas para “flexibilizar” o mercado de câmbio. Segundo ele, a legislação que rege o mercado de câmbio brasileiro foi construída visando a restringir a saída de moeda e favorecer a entrada, em uma época que o Brasil tinha carência de dólar.

“Hoje, a situação é diferente. Portanto, medidas de maior flexibilização do mercado de câmbio têm sido tomadas, nos últimos anos, como a eliminação da cobertura cambial das importações. Durante a crise, nós interrompemos isso [as medidas] por motivos óbvios. E, agora, estamos retomando esses estudos”, disse, após palestra a sindicalistas em São Paulo.

A cobertura cambial é a exigência de que os exportadores brasileiros troquem as moedas estrangeiras obtidas em suas vendas por reais ao ingressar com recursos no Brasil.Atualmente, é permitido que uma parte do dinheiro fique no exterior, evitando uma entrada muito forte de dólares no mercado brasileiro.

Meirelles afirmou, no entanto, que não há previsão para que as novas ações sejam colocadas em prática. “No momento em que chegarmos às conclusões, certamente teremos que levar ao Conselho Monetário Nacional e, caso se conclua que alguma medida é adequada, será tomada”, disse.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Meirelles afirma que BC estuda medidas para flexibilizar câmbio