Matemática e suas aplicações são tema de Diálogo Brasil-Alemanha

Fonte Agência FAPESP 21/08/2014 às 10h
Estão abertas as inscrições para a terceira edição do evento Diálogo Brasil-Alemanha de Ciência, Pesquisa e Inovação, promovido pelo Centro Alemão de Ciência e Inovação São Paulo (DWIH-SP), que ocorrerá nos dias 30 de setembro e 1º de outubro, na Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo.

O evento reunirá pesquisadores, estudantes, professores e profissionais de inovação brasileiros e alemães interessados em temas científicos transdisciplinares da atualidade. Nesta edição, o foco da programação está na matemática e em suas aplicações interdisciplinares.

Entre os destaques está o painel “Dynamical phenomena in complex networks”, que abordará a investigação inovadora de fenômenos da natureza, como os climáticos ou neurológicos, a partir da interpretação por meio de sistemas complexos interdisciplinares.

As discussões terão como base os trabalhos do Grupo Internacional Interdisciplinar de Doutorandos fomentado pela Deutsche Forschungsgemeinschaft (DFG), entidade alemã de amparo à pesquisa, e pela FAPESP.

Formado por matemáticos, físicos, biólogos, climatologistas e geólogos, o grupo procura aplicar a teoria das redes complexas na compreensão do papel que a rede neuronal desempenha em funções cognitivas como memória e linguagem, bem como os efeitos do aquecimento global e de mudanças no uso da terra na Amazônia.

Também está programado o painel “Equações para uma matemática atraente”, que abordará inovações no ensino da disciplina na educação básica e a influência de sua didática em outras disciplinas, como a Física, além da necessidade de se estimular a formação de profissionais para suprir a escassez de mão de obra nas áreas MINT: Matemática, Informática, ciências naturais e técnicas.

Na Alemanha, os resultados de 2012 do Programme for International Student Assessment (Pisa), rede mundial de avaliação de desempenho escolar, mostraram que os estudantes alemães evoluíram em sua capacidade de resolver problemas em comparação com o estudo de 2003, embora não estejam entre os melhores do mundo. Por sua vez, o Pisa revelou uma realidade preocupante quanto à competência matemática dos alunos no Brasil, que ficaram em 58º lugar no ranking de 65 países avaliados.

Iniciativas brasileiras de incentivo ao aprendizado da Matemática, como a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, promovida pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), também serão também apresentadas e discutidas no Diálogo.

A abertura da programação ocorrerá na noite de 30 de setembro, com palestra de Günter M. Ziegler, da Freie Universität Berlin, na Alemanha, ganhador do Prêmio Leibniz e do Prêmio Communicator da DFG. O pesquisador falará sobre as interfaces entre a Geometria e a Física utilizando imagens de estrelas, poliedros e elipses, entre outras.

A programação conta ainda com participações de pesquisadores das instituições alemães Humboldt-Universität Berlin, Potsdam Institute for Climate Research, Universität Hamburg e Technische Universität Dortmund e das brasileiras Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), Impa e Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Mais informações e inscrições em www.dwih.com.br.
Agência FAPESP
Fonte Agência FAPESP 21/08/2014 ás 10h

Compartilhe

Matemática e suas aplicações são tema de Diálogo Brasil-Alemanha