Mast aproveita o verão para levar à praia atividades de ciências

Fonte Ascom do Mast 27/02/2013 às 9h
Depois de percorrer praias do Rio de Janeiro em 2012, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Mast/MCTI) surpreenderá os frequentadores das praias de Icaraí, Piratininga e Itaipu, em Niterói, e do Piscinão de São Gonçalo, também conhecido como Parque Ecológico da Praia das Pedrinhas, levando, literalmente, o museu à praia.

 

Nos dias 2 e 3, 9 e 10, 16 e 17, 23 e 24 (sábados e domingos), das 10h às 16h, os banhistas poderão observar o sol através de filtros especiais acoplados no telescópio Celestron e no PST, além de conferir como são formadas as ondas do mar e por que elas quebram ao chegar perto da areia.

“Levar uma atividade de divulgação científica para um local de entretenimento é muito bacana. O resultado de aproximação das pessoas em relação às questões científicas acaba sendo natural”, diz o coordenador da área de Educação em Ciências do Mast, Douglas Falcão, responsável pelo projeto. “Na praia esse efeito é multiplicativo, já que as pessoas estão imersas em um ambiente de descontração e tendem a ter um tempo de interação muito maior”.

Oficinas e atividades

Para compreender o calor intenso que estamos vivenciando neste verão, um modelo interativo mostrará como a incidência solar determina as estações do ano nos trópicos e nas demais áreas do globo terrestre. Por outro lado, experimentos de ilusão de ótica explicarão as curiosidades das tonalidades de cores, o desenvolvimento de filmes de animação e os efeitos de imagem nos espelhos côncavos e convexos.

A tradicional oficina Brincando com a Ciência também irá à praia para instigar e encantar o público com invenções construídas com objetos domésticos (isopor, latas e demais acessórios baratos e fáceis de encontrar), que demonstram fenômenos de ordem mecânica, ótica e sonora. Entre eles, os pêndulos dançarinos, que aparentemente se movem sozinhos ao mesmo tempo que revelam os princípios físicos de velocidade e de frequência.

Fazer pipoca com energia solar e sentar em um banquinho de pregos também estão entre as atrações do projeto Museu vai à Praia, que tem a proposta de discutir com os visitantes as implicações da ciência e tecnologia com outros assuntos presentes na vida cotidiana.

Sustentabilidade

O Mast aproveita a oportunidade de estar ao livre e em contato com a natureza para explorar algumas questões importantes de sustentabilidade. Nos oito dias de evento, os mediadores do projeto apresentarão ao público alguns aparatos de aproveitamento de energia solar e eólica.

Um material confeccionado manualmente, com uma placa foto voltaica, irá converter a energia do sol em energia elétrica capaz de acionar as hélices de um pequeno ventilador. Um conjunto de espelhos irá convergir a luz solar para um ponto central e possibilitará estourar os milhos para que todos possam comer uma deliciosa pipoca feita com energia natural.

Um projeto inédito de captação de energia eólica também irá chamar a atenção dos participantes. Trata-se de um equipamento grande, construído com calha de chuva, madeira, cano de esgoto, rolamentos e motor gerador de energia, que será capaz de acionar um rádio a pilha e uma lanterna.


Serviço

2 e 3 de março – Piscinão de São Gonçalo

Endereço: Rodovia BR 101, Boa Vista, São Gonçalo (RJ)

9 e 10 de março – Praia de Icaraí

Endereço: Avenida Jorn Alberto Francisco Torres, Icaraí, Niterói ( RJ)

16 e 17 de março – Praia de Piratininga

Endereço: Rua Prof. Manoel José Ferreira, Piratiniga, Niterói (RJ)

23 e 24 de março – Praia de Itaipu

Endereço: Praia de Itaipu, São Lourenço, Niterói (RJ)

 

Ascom do Mast
Fonte Ascom do Mast 27/02/2013 ás 9h

Compartilhe

Mast aproveita o verão para levar à praia atividades de ciências