Manuel Zelaya retorna à Nicarágua após viagem ao México

Fonte Ansa Flash 19/11/2009 às 0h
O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, encerrou na última quinta-feira a sua visita de três dias ao México, que incluiu encontros com autoridades políticas locais, como o mandatário Felipe Calderón.

Sem dar declarações à imprensa, Zelaya embarcou ontem em um avião no aeroporto internacional da Cidade do México, com destino à Nicarágua, onde instalou um acampamento no último dia 25 de julho.

O agradecimento aos meios de comunicação e ao governo mexicano pelo apoio ao mandatário foi expresso pelo ministro da Presidência e das Finanças do governo deposto, Enrique Flores.

Flores disse também que o presidente constitucional hondurenho fará viagens ao Brasil, Equador e Estados Unidos com o objetivo de buscar apoio para retornar ao seu país, mas não especificou as datas.

Zelaya, que foi expulso do país no último dia 28 de junho, devido a divergências com o Congresso e a Justiça do país, viajou ao México, onde iniciou uma "cruzada diplomática" pela América Latina, como ele mesmo a definiu.

Durante sua estadia no país, Zelaya se reuniu com Calderón, com a ministra das Relações Exteriores, Patrícia Espinosa, e com membros do Congresso.

Calderón, que o recebeu com honras de chefe de Estado, ratificou o seu apoio ao governo constitucional de Honduras e rejeitou "qualquer tentativa de retorno a um passado autoritário que causou tantos danos a nossas nações", referindo-se ao regime de facto encabeçado por Roberto Micheletti.

O mandatário mexicano também reiterou seu compromisso de "contribuir para uma solução" para a crise política do país e expressou "pleno respaldo à restituição" de Zelaya.

Na quarta-feira, o prefeito da Cidade do México, Marcelo Ebrard, entregou a Zelaya as chaves da capital do país.
Ansa Flash
Fonte Ansa Flash 19/11/2009 ás 0h

Compartilhe

Manuel Zelaya retorna à Nicarágua após viagem ao México