Manual de comunicação em emergências radiológicas é lançado pela Eletronuclear

Fonte Agência Brasil 24/04/2013 às 19h

Rio de Janeiro – A Eletrobras Eletronuclear lançou hoje (24) o Manual de Comunicação com o Público em uma Emergência Nuclear ou Radiológica, fruto de uma tradução da cartilha proposta pela Agência Internacional de Energia Atômica. O lançamento ocorreu no 4º Seminário Internacional de Energia Nuclear.

O assessor da presidência da estatal Leonam dos Santos Guimarães afirmou que a principal orientação do manual é a necessidade de transparência e clareza nessas situações, que podem evitar prejuízos para as instituições e insegurança da população: "é um tema difícil de passar com clareza para a população. A orientação é o esforço para tornar a mensagem clara. Esse é o ponto crucial".

Apesar de uma das motivações do lançamento do manual ter sido a experiência recente de Fukushima, no Japão, onde houve vazamento em reatores após um terremoto seguido de tsunami em 2011, o guia se aplica também a emergências radiológicas como a que aconteceu em Goiânia, em 1987. A contaminação pelo Césio-137 se espalhou e atingiu centenas de pessoas depois que um aparelho usado em radioterapias foi achado por catadores em uma clínica abandonada.

"O público do manual são todas as pessoas envolvidas na comunicação em uma gestão de crise. Isso envolve tudo: prefeituras, Defesa Civil, governo estadual [...] Não é focado só nas instituições que gerenciam as instalações que podem gerar riscos", definiu Leonam.

Agência Brasil
Fonte Agência Brasil 24/04/2013 ás 19h

Compartilhe

Manual de comunicação em emergências radiológicas é lançado pela Eletronuclear