Manifestantes pedem saída de promotor do caso 'Michael Brown'

Fonte ANSA 21/08/2014 às 20h

Ministro da Justiça se reuniu com país do jovem morto

21 Agosto, 16:47•WASHINGTON•ZAR

(ANSA) - Centenas de manifestantes marcharam pelas ruas de Ferguson, cidade no Missouri, na noite desta quarta-feira (20), em mais um protesto contra a morte do jovem Michael Brown, baleado por um policial, no dia 9 de agosto. Dessa vez, segundo a imprensa norte-americana, os protestos foram pacíficos. Os manifestantes pedem a troca do promotor do caso, Robert McCulloch, que teria parentes dentro do departamento de polícia de Ferguson. Nesta quarta-feira (20), McCulloch afirmou que as investigações devem ser encerradas apenas em outubro.


Em visita à cidade, o ministro da Justiça dos Estados Unidos (EUA) afirmou que espera que a sua presença em Ferguson tenha dado credibilidade à investigação do caso. "A minha esperança é que a minha visita dê confiança aos cidadãos de que tudo será feito pelo governo federal", disse Holden, que se encontrou com os pais de Brown e pediu o fim da violência em Ferguson.


Policial suspenso - A polícia de Saint Louis informou que um policial da cidade de Saint Ann, próxima a Ferguson, foi suspenso por tempo indeterminado, ao apontar um fuzil e ameaçar um manifestante que gravava a cena com um telefone celular. O caso ocorreu na noite da última terça-feira e o vídeo, lançado na internet. Na gravação é possível ver que um oficial, ao ver a atuação do policial, o afasta do manifestante, abaixando sua arma.

Outro jovem morto - A polícia de Saint Louis divulgou nesta quinta-feira (21), um vídeo amador que mostra policiais atirando em Kajieme Powell. O jovem de 23 anos foi morto na última terça-feira (19). Segundo a polícia, ele estava com uma faca e teria recebido 12 tiros, após se recusar a entregar a arma e se aproximar dos policiais. (ANSA)
ANSA
Fonte ANSA 21/08/2014 ás 20h

Compartilhe

Manifestantes pedem saída de promotor do caso 'Michael Brown'