Maduro e Capriles convocam marchas para homenagear o trabalhador

Fonte Agência Brasil/EBC 01/05/2013 às 10h

Bogotá - Ainda sob o clima de rivalidade acirrada, duas semanas após as eleições presidenciais, o governo e a oposição venezuelanas estão convocando a população do país para uma marcha hoje (1º), Dia do Trabalho. Tanto o presidente Nicolás Maduro, como o candidato derrotado, Henrique Capriles, prometem um ato em homenagem ao trabalhador.

O presidente Nicolás Maduro mobiliza a população que o apoia e partidários do governo usando os meios de comunicação estatais e com mensagens no Twitter. “Como primeiro trabalhador e chavista marcharei com os irmãos como sempre. Será uma demostração contundente da força bolivariana”, postou em sua conta ativada durante a campanha eleitoral.

Capriles, governador do estado de Miranda, convocou uma mobilização na cidade de Chacao, localizada no Distrito Metropolitano de Caracas. “Vamos fazer uma mobilização em todos os estados em protesto contra o governo”, disse por meio do Twitter.

Há duas semanas, após o resultado das eleições, eleitores de Capriles fizeram diversos protestos em Caracas e em outras cidades do país, depois de o opositor ter convocado "panelaços" contra o resultado. Houve enfrentamentos entre a polícia e os manifestantes e, segundo o governo, dez pessoas morreram e 78 ficaram feridas.

 

Agência Brasil/EBC
Fonte Agência Brasil/EBC 01/05/2013 ás 10h

Compartilhe

Maduro e Capriles convocam marchas para homenagear o trabalhador