Maduro diz que Chávez foi o líder mais atacado da história da Venezuela

Fonte Ansa flash 08/03/2013 às 16h

O vice-presidente discursou durante a cerimônia fúnebre oficial do líder morto no começo da semana

CARACAS, 8 MAR (ANSA) - O vice-presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, se emocionou nesta sexta-feira ao discursar durante a cerimônia fúnebre oficial do mandatário Hugo Chávez. Segundo ele, nenhum outro líder venezuelano foi mais "mais atacado e injuriado" do que o chefe de Estado morto no começo desta semana.

Maduro também assegurou que "nunca em duzentos anos mentiram tanto" sobre alguém. Em seu discurso, que foi aplaudido em diversos momentos, Maduro destacou que Chávez levantou a bandeira do revolucionário Simón Bolívar e que ele continuará governando o país.

O vice ainda agradeceu a presença dos mais de 30 chefes de Estado e de Governo presentes no ato que "vieram demonstrar seu apoio". "Agradecemos por terem vindo de seus países para fazer esta homenagem tão grande, com sua palavra de consolo, da qual necessitamos nesta hora dura e trágica da história do século XXI", disse.

Maduro assume a Presidência de forma interina na noite de hoje diante de diversas polêmicas. A legislação venezuelana prevê que, caso o mandatário eleito não consiga tomar posse do cargo, quem deve substituí-lo é o presidente da Assembleia Nacional, Diosdado Cabello, e não o vice-presidente. Além disso, membros da oposição, que devem se ausentar da cerimônia de posse, acusam ele de estar promovendo um ato eleitoral.

Ansa flash
Fonte Ansa flash 08/03/2013 ás 16h

Compartilhe

Maduro diz que Chávez foi o líder mais atacado da história da Venezuela